• Ligue e fale com um de nossos representantes: +551149336603

Mesquita e Faculdade de Al -Azhar

Mesquita e Faculdade de Al -Azhar
Mesquita e Faculdade de Al -Azhar:
 
  • Embora existam centenas de antigas mesquitas para se visitar no Cairo , não há nenhuma que possa competir com Mesquita de Al -Azhar  em pé e importância para a história do Islã. Fundada pelos fatímidas em 970 dC, como uma mesquita dedicada a adoração e aprendizagem , desenvolveu-se ao longo dos séculos como o centro mais importante de aprendizagem da  teologia islâmica do mundo.


  • Mais de mil anos desde a sua fundação, a Universidade de Al- Azhar recebe estudantes de todo o mundo para aprender sobre a história do Islã e as diferentes escolas de pensamento que regem a interpretação do Alcorão sendo o  centro principal da literatura árabe e sunita sobre os estudos islâmicos em todo o mundo e o mais antigo do mundo. É associado com a Mesquita de Al-Azhar, no Cairo islâmico. A missão da universidade inclui a propagação da religião islâmica e cultura. Para este efeito, os seus estudiosos islâmicos (ulemas) publicam editais (fatwas) sobre os litígios que lhes são apresentados em todo o mundo islâmico sunita, quanto ao comportamento adequado para indivíduos muçulmanos ou sociedades (um exemplo recente é o esclarecimento e a proibição da mutilação genital feminina).


  • Sua biblioteca é considerada a segunda em importância no Egito. Em maio de 2005, Al-Azhar, em parceria com uma empresa de tecnologia da informação Dubai, ITEP lançou o HH Sheikh Mohammed Bin Rashid Al Maktoum Projeto que preserva e publica online os documentos de  Al Azhar com a missão de, eventualmente, proporcionar acesso online à coleção da biblioteca com seus  raros manuscritos (incluindo cerca de sete milhões de páginas).
 
História:
 
  • A  universidade Al-Azhar dedica-se a estudos religiosos, e presta especial atenção às ciências do Alcorão e as tradições do profeta Mohamed, por um lado, enquanto por outro lado, a universidade ensina todos os campos da ciência moderna. Assim, a universidade não só tem cumprido as suas obrigações nos dois campos de estudo, mas também cumpri as suas obrigações para com a língua árabe, que é a língua do Alcorão. Desde 1961, novas matérias tem sido anexadas ao estudo em Al-Azhar, faculdades de ciências aplicadas, como por exemplo as faculdades de medicina e engenharia. Essas faculdades recém-introduzidas não são duplicatas dos seus homólogos de outras universidades, porque eles combinam as ciências empíricas com as ciências religiosas. Juntamente com os estudantes egípcios que estão estudando na Universidade Al-Azhar, também existem muitos outros estudantes de vários países islâmicos e europeus. Estes estudantes muçulmanos estrangeiros têm exactamente os mesmos direitos que os estudantes egípcios.


  • A universidade foi fundada pela dinastia fatímida do Egito, descendentes de Fátima, filha de Muhammad, o Profeta. Fatimah az-Zahra foi chamada (a brilhante), e a universidade foi nomeada em sua honra.


  • Os estudos começaram em Al-Azhar, no mês de Ramadan, 975 AD. A universidade (Jami'ah) possuia as faculdades na lei islâmica e jurisprudência, a gramática árabe, a astronomia islâmica, filosofia islâmica, e lógica.  No século 12, após a derrubada da dinastia fatímida xiitas, o sultão Saladino ( o fundador da staunchly sunitas Ayyubid Dinastia) converteu Al-Azhar para um centro sunita shafiita de aprendizagem. Abd-el-Latif fazia palestras sobre medicina islâmica em Al-Azhar, enquanto Maimonides proferia palestras sobre medicina e astronomia durante o tempo de Saladino.


  • Em 1961, Al-Azhar foi reorganizada sob o governo do segundo presidente do Egito Gamal Abdel Nasser e várias faculdades seculares foram adicionados à universidade, como medicina, engenharia e agricultura. Uma faculdade para mulheres islâmicas também foi acrescentada no mesmo ano, seis anos depois Zaib-un-Nissa Hamidullah tinha sido a primeira mulher a falar na universidade.


  • Jawhar o siciliano, comandante das tropas Fatimid foi enviado pelo califa fatimida Almuiz para conquistar o Egito e ele construiu a mesquita de Al-Azhar. A mesquita foi concluída em quase dois anos. Foi inaugurada em 7 de orações do Ramadã  junho 22, AD 972. Desde então ela se tornou a mais conhecida mesquita em todo o mundo muçulmano, e a mais antiga universidade de estudos religiosos e seculares.
 
  • Durante o período fatímida, Al-Azhar foi uma parte essencial da vida intelectual. Ao lado dos habituais seminários, sessões de educação eram realizados para as mulheres. Al-Azhar foi também a sede oficial dos juízes em determinados dias e dos contabilistas ou cobradores de impostos "chefe Muhtasib" por quase dois séculos.


  • Desde o início, os seminários realizados em Al-Azhar, eram de natureza puramente académica. Eles caracterizavam-se por livre discussões científicas e bolsas. Havia também o sistema de instrutores e professores visitantes. Tais atividades foram, mais tarde, os fundamentos do sistema acadêmico da universidade, que ficou conhecida no leste e oeste. Assim, Al-Azhar veio a ser conhecida como a mais antiga universidade religiosa em todo o mundo.
 
 
  • Como resultado dos ataques Mughul na Ásia Central e do encolhimento do domínio muçulmano na Andaluzia, Al-Azhar, se tornou o único abrigo para os estudiosos que foram expulsos de sua terra natal. Esses estudiosos ajudaram a Al-Azhar a atingir o ápice de sua glória durante os séculos (14 e 15 dC). Deve-se mencionar aqui que a Al-Azhar desempenhou um papel importante no desenvolvimento das ciências naturais. Alguns estudiosos de Al-Azhar, se dedicaram a medicina, matemática, astronomia, geografia e história. Eles promoveram o desenvolvimento dessas ciências, mesmo em tempos de deterioração intelectual e política e à estagnação.
 
  • Sob o Império Otomano, Al-Azhar foi financeiramente independente por conta da Waqfs (dotes), os acadêmicos eram livres para escolher seus campos de estudo e os livros de texto. Assim, Al-Azhar tinha a sua própria identidade livre e se tornou um líder e um centro islâmico árabe.
 
 
  • Quando Bonaparte atacou o Egito Bonaparte (julho 1789 dC), ele olhou para Al-Azhar, como a universidade mais conhecida em todo o mundo islâmico. Durante o seu exílio em Santa Helena, ele escreveu em seu diário que a Al-Azhar podia ser comparada a Sorbonne, em Paris. Ele parecia muito interessado em Al-Azhar Dizia que era a elite da classe educada e os líderes do povo. Quando ele pôs os pés no Cairo, ele formou um conselho especial (Diwan) para governar a capital. Esse conselho, com nove Xeques sob a presidência do Sheikh Abdullah Al-Sharkawi, o grande imã de Al-Azhar na época. A formação deste conselho ficou como uma evidência da importância de Al-Azhar, e o estado elevado de sua intelectualidade.
 
  • No entanto, Al-Azhar foi o local de encontro para os opositores da ocupação francesa e a sede da revolução. Uma comissão especial revolucionária foi formada sob a liderança do Sheikh Mohamed El-Sadat. Quando estourou a revolução contra a França, o grande Imam e grande Intelectual nao pode continuar os seus estudos, assim que fechou a mesquita.


  • Esta foi a única vez que a Al-Azhar ficou fechada por longo tempo em suahistória. Quando os franceses evacuaram três anos depois, Al-Azhar, retomou suas atividades normais e recebeu seus professores e alunos de volta. Quando Mohammad Ali assumiu o governo do Egito, em 1805 dC, ele prevviu  a criação de um Estado moderno. Para atingir seu objetivo, ele dependia em muito da Al-Azhar. Ele enviou bolsas de estudo entre os estudantes de Al-Azhar para a Europa. Estes alunos foram os pioneiros que levantaram bem alto a bandeira do renascimento moderno no Egito. A maioria das figuras de destaque, incluindo o líder da revolução Orabi foram graduados de Al-Azhar. Isto também se aplica ao líder da revolução de 1919, Saad Zaghloul assim como muitas outras personalidades, Mohamed Abdu e El-Manfaloty por exemplo, tendo concluído os seus estudos em Al-Azhar. O incidente mais significativo foi o encontro de ambos os muçulmanos Intelectuais e sacerdotes cristãos nos pórticos de Al-Azhar, abordando os povos do púlpito de Al-Azhar.
 
  • Quando a revolução de 1952 teve lugar, Al-Azhar era uma  sociedade modernizada e desenvolvida de modo que pode desempenhar eficazmente o seu papel esclarecedor para o bem-estar não só do Egito, mas também do mundo árabe e islâmico
 
  • Desde 1929, Al-Azhar, publicou uma revista (agora mensal), cuja missão declarada é divulgar as regras religiosas, assuntos relacionados à literatura islâmica, e jurisprudência básica (sharia), incluindo seções sobre história, biografias, textos traduzidos, e notícias relativas ao mundo muçulmano.


  • A mesquita em si foi renovada e ampliada várias vezes , sobrevivendo mais de mil anos de mudança política e mudanças no governo . Os diferentes estilos arquitetônicos de seus cinco minaretes testemunham as diferentes dinastias que controlaram Al -Azhar .
 
  • Além do belo , tribunal central de mármore branco, que remonta à construção da mesquita original, o edifício inclui uma grande área coberta para oração, e duas escolas , ou escolas religiosas . Azhar expandiu-se e mudou-se principalmente a um segundo campus na parte norte da cidade , os alunos o usam para reunir-se com instrutores no pátio principal e as lições em árabe e interpretação do Corão ainda são ensinadas ali.
 
  • A partir do pátio você também pode ver seus três maiores minaretes - construído em 1340, 1469, e 1510 , respectivamente ( da direita para a esquerda, se visto a partir do pátio ) . Sultan Al- Ghuri , que também construiu o Wikala Al- Ghuri e Al- Ghouriyya. O Complexo próximo, é responsável pelo minarete identificável por suas torres gêmeas.


  • Azhar Park é uma nova adição ao Cairo islâmico. Na década de 1990 o governo egípcio recuperou a terra que havia sido usada como um aterro durante séculos para criar um parque para a cidade. Hoje, Azhar Park oferece 74 hectares de espaço do parque para uma cidade que tem poucos espaços verdes. Este belo cenário oferece uma vista espectacular sobre a cidade e jardins bem cuidados . Há um café e um restaurante também. Assistindo o pôr do sol do parque com a chamada para a oração da noite ecoando -se de milhares de minaretes do Cairo é realmente uma experiência memorável.
    Suggested Tours

    Viagem sob medida

    Ligue: +551149336603
    Por que nós
    • Eperiência em viagens desde 1955

      Somos um dos pioneiros no Egito e nossa satisfação é promover as melhores férias da sua vida.

    • Serviço personalizado

      Monte a viagem dos seus sonhos com a melhor qualidade de serviços e de acordo com seu orçamento..

    • Falamos a sua língua

      Um site multilingue que oferece seu conteúdo em 8 línguas diferentes: inglês, espanhol, francês, português, italiano, alemão, japonês e chinês.

    • Flexibilidade

      Somos flexíveis para realizar alterações no roteiro de sua viagem por motivos de força maior ou outros motivos específicos.

    • Sua segurança

      Um guia turístico profissional sempre à sua disposição em todos os lugares.

    • Serviço de alta qualidade

      Priorizamos a qualidade em todos os serviços por nós prestados.

    • Atendimento ao cliente 24h

      Suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana através do chat, e-mail ou telefone.

    • Turismo sustentável

      Consciência e responsabilidade visando o presente e o futuro e gerando empregos para a população local.

    • Pagamento Online Seguro

      O nosso site é protegido pelo sistema de pagamento online Veri Sign Secure, um dos sistemas mais seguros do mundo.

    • Site seguro

      A Memphis Tours trabalha com o McAfee Secure Site para mantê-lo a salvo de fraudes e spyware e para proteger seu cartão de crédito.

    Reserve, viaje e ganhe com a Memphis Tours
    Memphis Rewards - Visite mais lugares sem exceder seu orçamento
    • Reserve com Memphis Tours
    • Viaje com Memphis Tours
    • Ganhe com Memphis Tours