• Ligue e fale com um de nossos representantes: +551149336603

Cairo Antigo e Cairo Copta

Cairo Antigo e Cairo Copta
A cidade do Cairo foi fundada no ano 116 a. C., no que hoje em dia se conhece como Velho Cairo, quando os romanos reconstruiram uma antiga fortaleza persa  (Fortaleza da Babilonia - Babilónia era o nome original da cidade principal da Mesopotâmia, mas segundo outra hipótese o nome pode estar ligado ao antigo Pr-Hapi-n-Iwnw (Casa do Nilo de Heliópolis), o santuário da divindade Hapi, a personificação das águas do Nilo, em Heliópolis.

Por volta de 525 aC, uma fortaleza chamada Babilônia foi construída na boca do canal , que marcou a fronteira entre o Alto e o Baixo Egito. Mais tarde, os romanos construíram uma fortaleza muito maior no mesmo local , que agora serve como a base sobre a qual muitos dos monumentos, ali presentes hoje, foram construídos. Os medidores de grossas paredes da fortaleza romana, listrado com tijolo vermelho e branco, ainda são visíveis e poderá ve-los quando sair da estação de metro Mar Girgis e caminhar pelas ruas de Mar Girgis em direção ao bairro copta do Cairo. Foi este forte que o exército muçulmano invasor de Amr ibn al- Aas sitiou na primeira batalha da conquista muçulmana do Egito.
 

Mais de dois mil anos atrás, este foi o início de um antigo canal entre o Rio Nilo e o Mar Vermelho e foi neste local estratégico que os primeiros assentamentos na área cresceu.
 
De acordo com a tradição, este primeiro forte foi construído pelos Persas,. século VI a.C., mas nesse tempo situava-se nos penhascos perto do rio. Quando os Romanos tomaram posse do Egito, reconhecendo a sua importância estratégica no Nilo, usaram o forte durante algum tempo, mas devido aos problemas de abastecimento de água, no reinado de Trajano (r. 98–117) a fortaleza foi transferida para a sua localização atual, mais perto do rio. No reinado de Arcádio (r. 395–408) as fortificações foram reforçadas. Desde então, o leito do Nilo deslocou-se 400 metros para norte).
 
No tempo de Augusto, a Babilónia do Delta tornou-se uma cidade com alguma importância e foi o quartel-general das três legiões que asseguravam a obediência do Egito. Na Notitia Imperii, Babilónia é mencionada como o quartel-general da Legio XIII Gemina. As ruínas da antiga cidade e da fortaleza ainda são visíveis a norte de Fustat, ou Velho Cairo. Entre as ruínas encontram-se os vestígios do grande aqueduto mencionado por Estrabão e pelos primeiros geógrafos árabes.
 
Durante a invasão árabe do Egito, no século VII, a fortaleza foi cercada durante cerca de sete meses, antes de ser tomada em 9 de abril de 641 pelo general árabe Amr ibn al-As. A seguir à tomada da fortaleza, Amr fundou a cidade de Fustat, cujo centro era, segundo a tradição, o local da sua tenda. A fortaleza foi integrada na nova cidade. Durante o primeiro século da existência de Fustat, a fortaleza continuou a ser chamada Babilónia e nos documentos da época tanto se usava Fustat como Babilónia (Babalyûn). Depois passou a ser chamada Qasr al-Sham ("Fortaleza da Vela"), nome que ainda é usado atualmente.
 
Em 750 os Abássidas fundaram a localidade de al-Askar e em 868 os Tulúnidas fundaram al-Qatta'i. As três cidades vizinhas foram posteriormente unificadas para formar al-Qahira ("a Vitoriosa", o nome árabe do Cairo), a qual foi dotada de uma muralha e uma cidadela pelo soberano aiúbida Saladino em 1173. Atualmente Fustat corresponde ao Velho Cairo.nt 2 [carece de fontes]
 
O recinto da fortaleza da Babilónia cedo se tornou um enclave cristão e judeu. A maior parte das velhas igrejas coptas situam-se nas ruínas da fortaleza, entre as quais se destacam a al Moallaqa (ou al Mu'allaqa, "a suspensa"), construída no século V sobre o pórtico sul, de onde lhe vem o nome de suspensa, e a de São Jorge, esta última dos Gregos ortodoxos, construída por cima de uma da torres da porta norte) junto ao Rio Nilo. Antes de sua fundação, Mênfis era a capital do império faraônico. O nome atual se deve aos fatímidas, que batizaram a cidade com o nome de Al-Qahira. Depois de diversas invasões como a dos mamelucos, otomanos,Napoleão e os britânicos, Cairo se converteu em capital soberana em 1952.
 

O curso do rio foi alterado, agora deitado várias centenas de metros para o oeste, mas esta localização ainda é marcada por vários locais históricos significativos , muitos dos quais datam do período greco-romano , quando o Egito se tornou uma nação cristã . 
 

Hoje, o Cairo Velho está cheio de monumentos que datam do passado cristão do Egito e os primórdios da presença do Islã no Egito. Dois dos primeiros monumentos do Egito Islâmico se encontram no velho Cairo:  a mesqui de tAli - Amr Ibn Al- Aas, a primeira mesquita construída no continente Africano , e o Nilômetro que foi construída na Ilha de  Rhoda  logo após a conquista muçulmana do Egito. (Nilômetro é um poço de grande largura, provido de uma escada que desce até ao nível do lençol freático para permitir a medição das flutuações do nível da água do rio Nilo).
Cada templo tinha um destes instrumentos, destinado a determinar a intensidade da inundação anual e, em consequência, o valor dos impostos devidos neste ano.
Os nilômetros podem ser vistos ainda hoje ao longo do Nilo. Os mais famosos encontram-se em Kom Ombo, Assuã, na ilha Elefantina e no Cairo.
    Suggested Tours

    Viagem sob medida

    Ligue: +551149336603
    Por que nós
    • Eperiência em viagens desde 1955

      Somos um dos pioneiros no Egito e nossa satisfação é promover as melhores férias da sua vida.

    • Serviço personalizado

      Monte a viagem dos seus sonhos com a melhor qualidade de serviços e de acordo com seu orçamento..

    • Falamos a sua língua

      Um site multilingue que oferece seu conteúdo em 8 línguas diferentes: inglês, espanhol, francês, português, italiano, alemão, japonês e chinês.

    • Flexibilidade

      Somos flexíveis para realizar alterações no roteiro de sua viagem por motivos de força maior ou outros motivos específicos.

    • Sua segurança

      Um guia turístico profissional sempre à sua disposição em todos os lugares.

    • Serviço de alta qualidade

      Priorizamos a qualidade em todos os serviços por nós prestados.

    • Atendimento ao cliente 24h

      Suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana através do chat, e-mail ou telefone.

    • Turismo sustentável

      Consciência e responsabilidade visando o presente e o futuro e gerando empregos para a população local.

    • Pagamento Online Seguro

      O nosso site é protegido pelo sistema de pagamento online Veri Sign Secure, um dos sistemas mais seguros do mundo.

    • Site seguro

      A Memphis Tours trabalha com o McAfee Secure Site para mantê-lo a salvo de fraudes e spyware e para proteger seu cartão de crédito.

    Reserve, viaje e ganhe com a Memphis Tours
    Memphis Rewards - Visite mais lugares sem exceder seu orçamento
    • Reserve com Memphis Tours
    • Viaje com Memphis Tours
    • Ganhe com Memphis Tours