Nas rotinas diárias, imerso no trabalho, estudos ou família, você sonha com as férias, e com razão. A chance de poder saborear um momento livre, longe do tumulto e das rotinas, podendo fazer absolutamente nada ou principalmente tudo que ama, é um desejo real.

 

E se você faz parte daquele grupo que sonha em viajar mas não faz ideia de como planejar uma viagem, esse artigo é exclusivo para te ajudar nesse processo.

 

Não entre em pânico porque preparamos um pequeno guia para ajudá-lo a planejar suas férias. Siga essas pequenas dicas e corra para fazer as malas porque a folga finalmente está chegando. 

 

             

1 - Escolha o destino, data e companhia

 

A primeira coisa a fazer para organizar uma viagem, claro, é escolher o destino. Geralmente quando você decide fazer uma viagem é porque já tem um lugar em mente, mas se não for o caso, você pode usar a internet para ter algumas ideias. Blogueiros de viagem e reviews no tripadvisor podem te dar algumas dicas e inspirações sobre vários países.

 

O resultado da viagem também depende muito de quem vai te acompanhar nas férias. Você quer relaxar ou aproveitar a vida noturna? Você prefere ir a museus ou praticar esportes radicais? Responder a essas perguntas fará com que você entenda quais pessoas são as melhores para se envolver em sua próxima aventura.

 

Após ter o destino definido é hora de organizar uma viagem também significa entender o momento certo para partir, quanto tempo você tem disponível e quando vai viajar. Escolher, por exemplo, entre alta e baixa temporada pode fazer a diferença tanto economicamente quanto em termos das atividades a serem realizadas. Além disso, não se esqueça do clima: existem países com estações particularmente frias, chuvosas e abafadas que podem afetar sua programação.Lembre-se que viagem internacional requer mais tempo de planejamento.

 

2 - Organize uma viagem com uma agência ou de forma independente

 

Depois de ter escolhido o destino e selecionado o período de partida correto, você deve decidir se organiza a viagem de forma independente ou entrando em contato com uma agência de viagens. Organizar umas férias por conta própria significa claramente poder personalizar completamente os itinerários, horários e atividades. Não há restrições de qualquer tipo, precisamente porque você decide e pode mudar de ideia a qualquer momento.

 

No entanto, é necessário estudar melhor o local que você vai visitar, entender como se locomover e o que ver. Além disso, entre vistos, seguros e vacinas, nem todas as viagens são fáceis de organizar.

 

Operadores turísticos e agências de viagens cuidam de todos os detalhes, economizando tempo e energia. Entre outras coisas, as agências de viagens têm acesso a muitas ofertas, pacotes especiais e melhores preços.

 

Além disso, em caso de emergências, mudanças repentinas e cancelamentos, você sempre pode entrar em contato com seu operador turístico que o ajudará mesmo de longe.

 

3 - Escolha a companhia aérea certa para os voos

 

Se você quiser ir para um país distante, provavelmente terá que pegar um avião. A escolha da companhia aérea certa com a qual voar não deve ser subestimada e depende de vários fatores.


A primeira coisa a considerar é o preço da passagem aérea, pois isso pode afetar significativamente seu orçamento. As tarifas obviamente mudam de acordo com os quilômetros a serem percorridos, mas você também deve ter cuidado com a popularidade do destino.

 

Como Comprar Passagens Aéreas Baratas em 9 passos


 

É então necessário avaliar os tempos de viagem e o número de conexões necessárias para chegar ao destino desejado. Um voo direto e sem escalas é sempre o ideal, mas lembre-se de sempre considerar o custo-benefício.


Outro fator a não esquecer é o das taxas adicionais. Existem empresas que aplicam aumentos significativos no despacho de bagagem e que têm restrições particulares quanto às malas que podem ser levadas a bordo.


Verifique também a qualidade dos serviços oferecidos durante o voo, especialmente se você tiver que enfrentar uma viagem particularmente longa. Por fim, o conselho é ler e se informar também através das avaliações deixadas por outros usuários. Isso facilitará a compreensão se a empresa é séria ou tende a fazer muitos atrasos, muitas vezes cancela voos e assim por diante.

 

4 - Encontre informações sobre meios de transporte

 

Uma das dicas para uma viagem perfeita é se informar sobre o transporte público com bastante antecedência. Imagine chegar ao seu destino e não saber como se deslocar para chegar ao seu alojamento, arriscando-se a ficar horas preso na estação ou aeroporto, ou ter que se deslocar de uma cidade para outra durante o seu itinerário.

 

Claro, a solução mais conveniente pode ser chamar um táxi, mas usá-lo durante toda a viagem pode ser particularmente caro.


Antes de partir, portanto, encontre o máximo de informações possíveis sobre o transporte público local: linhas, trajetos, horários de início e término dos serviços de transporte, custos de passagens e eventuais diárias. Com todas as informações em mãos você pode se movimentar sem nenhum problema.

 

5 - Descubra a taxa de câmbio e como fazer

 

Uma das coisas para se preocupar ao decidir viajar para o exterior é o câmbio. Antes de partir, se informe sobre as diversas taxas de câmbio e comissões aplicadas por bancos e agências, a fim de escolher a forma mais conveniente de trocar dinheiro. 

 

Entre as várias opções disponíveis para trocar dinheiro, a mais clássica certamente é ir ao banco. Se a moeda estiver entre as listadas, será possível fazê-lo em um banco brasileiro, caso contrário, você terá que ir a um banco no país de destino. 

 

Normalmente nos aeroportos e nos pontos mais estratégicos dos locais turísticos é fácil encontrar balcões de câmbio. Infelizmente, estes têm as taxas de câmbio mais baratas de sempre, embora em caso de emergência possam ser úteis.

 

O método mais conveniente continua sendo trocar dinheiro diretamente no local, fazendo saques em caixas eletrônicos, com cartão de crédito ou cartão de débito.  

 

Por segurança, certifique-se sempre de que as bandeiras VISA, MASTERCARD ou MAESTRO funcionem no país de destino, e que seu cartão está desbloqueado para uso internacional.

 

6 - Avaliar a segurança de um país e reservar hospedagem

 

Antes de escolher um destino e partir, é aconselhável verificar se é um país seguro para ir. A melhor maneira de fazer isso é através do site do Itamaraty, onde se explica detalhadamente a situação de uma nação e quaisquer regras de conduta. 

 

Em seguida você pode decidir que tipo de hospedagem você quer reservar de acordo com as suas necessidades e programação. Hoje em dia, além dos clássicos hotéis, você pode reservar pousada, apartamento, airbnb, flats e outros.

 

Se você decidir ir a uma cidade muito grande, pesquise sobre os bairros. Desta forma, pode selecionar melhor o ponto estratégico para reservar alojamento, ou seja, um local de onde se possa deslocar facilmente e que lhe permita chegar aos seus pontos de interesse. Além disso, lembre-se sempre de que você está indo para um lugar desconhecido, então seria melhor escolher uma área segura e com acesso à farmácias, mercados e transporte.


Procure sempre fazer sua reserva antes de chegar ao seu destino, assim você ficará mais tranquilo, evitará surpresas desagradáveis e terá mais tempo para comparar os alojamentos e fazer a melhor escolha.

 

Preste atenção aos preços que são muito baixos, verifique os serviços oferecidos, e não esqueça de ver avaliações de outros viajantes.

 

7 - Últimas dicas antes de sair

 

Depois de reservar tudo e organizar o itinerário, basta fazer as malas e verificar se cada documento está em ordem.

 

Lembre-se de não viajar com muita bagagem, leve apenas as malas que você realmente precisa sem enchê-las demais. Aliás, na maioria das vezes a bagagem acaba enchendo durante a viagem com a compra de diversos souvenirs. Esteja bem informado sobre o clima que você encontrará na sua chegada, para se vestir adequadamente e levar as roupas certas. Nunca se esqueça de colocar roupas confortáveis para usar nos passeios.


Por fim, se você estiver viajando de avião com bagagem de mão, verifique sempre o que pode e não pode levar com você para evitar que os seguranças joguem algo útil ou precioso no lixo.


Quanto aos documentos, nunca se esqueça de conferir se está tudo em ordem.

 

Cada nação tem regras diferentes, portanto, você deve sempre se certificar se precisa de visto de turista e, neste caso, se será necessário tê-lo antes da partida ou se será feito assim que desembarcar. Em alguns casos, também pode haver regras específicas sobre carimbos e expirações de passaporte.


Se for a determinadas zonas, leve sempre consigo as vacinas obrigatórias (a exemplo da febre amarela e covid) e, se for conveniente, faça também algum tipo de seguro viagem. Se puder, faça uma fotocópia de todos os documentos para não ter sempre de levar os originais consigo e correr o risco de os perder.

 

Tenha consigo todos os números de emergência anotados, incluindo o da Embaixada do Brasil do destino que você está visitando.

 

8 - Os melhores aplicativos para usar em qualquer lugar

 

A última dica é baixar aplicativos de viagem em seu smartphone úteis para encontrar restaurantes, hotéis, eventos ou atrações imperdíveis. Os aplicativos mais populares que você absolutamente deve ter são:

 

  • TripAdvisor
  • Google Maps
  • Skyscanner
  • XE Currency


Procurando férias personalizadas? Fale com a Memphis Tours! As melhores férias ao redor do mundo você encontra aqui.

Tours relacionados
Artigos Relacionados