No último sábado (3 de abril), o mundo inteiro teve a oportunidade de assistir um dos eventos mais marcantes na história do Egito, Pharaohs Golden Parade - o desfile de ouro dos faraós.

 

O trajeto do desfile saiu do Museu Egípcio na praça Tahrir e terminou no recém-inaugurado Museu Nacional da Civilização Egípcia (NMEC), em Fustat. Acompanhadas de diversos artistas e ao som de uma orquestra fenomenal, 22 múmias de reis e rainhas do Egito Antigo foram movidas para sua nova casa, situada a cerca de sete quilômetros da praça Tahrir.

 

As múmias transferidas no desfile pertencem aos reis e rainhas: Seqenenre TaaII, Ahmose Nefertari, Amenhotep I, Thutmose I, Thutmose II, Hatshepsut, Thutmose III, Amenhotep II, Thutmose IV, Amenhotep III, Seti I, Ramses II, Merenptah, Seti II, Siptah, Ramses III, Ramses IV, Ramses V, Ramses VI, Meritamun, Tiye e Ramses IX.

 
O Ministro do Turismo e Antiguidades, Khaled Al-Enany, explicou que o novo Museu Nacional da Civilização Egípcia é um dos mais importantes projetos adotados pelo país em cooperação com a UNESCO, pois é um dos maiores museus internacionais, e o único museu do gênero na África, com um acervo que engloba todas as manifestações da riqueza e da diversidade da civilização egípcia ao longo de várias épocas, desde a pré-eras até os dias atuais.

Mais detalhes sobre o NMEC

 

As 22 múmias transferidas serão exibidas no novo salão no NMEC denominado Royal Mummies Hall, salão das múmias reais. Esta galeria foi projetada especialmente para exibir as múmias dos reis e rainhas do Egito faraônico, com uma atmosfera que lembra o Vale dos Reis, onde, de fato, essas múmias foram encontradas.

 

No Museu, o visitante poderá ter uma ideia integrada da civilização egípcia e suas conquistas mais importantes ao longo de diferentes épocas, desde os tempos pré-históricos, passando pelas eras faraônica, greco-romana, copta e islâmica e até as idades moderna e contemporânea. 

 

O Glass Pyramid Hall, mostra a história da atual Grande Cairo, onde o visitante poderá conhecer todos os marcos históricos do Cairo antigo e moderno.

 

Você Sabia?

 

O logo do desfile engloba o escaravelho nas asas de um falcão, simbolizando a eternidade e a ressurreição. As cores escolhidas, azul-escuro e dourado, representam os antigos deuses egípcios, pois de acordo com a antiga crença egípcia, os deuses têm pele feita de ouro e cabelo feito de lápis-lazúli. 

O desfile foi um dos eventos mais lindos que eu pude vivenciar até hoje, foi de fato, emocionante. Quem não teve a oportunidade de assistir ao vivo, poderá acompanhar o desfile completo no vídeo abaixo:

 

Tours relacionados