Blog Memphis Tours

O Que Fazer no Japão: 10 Lugares Para Visitar na Sua Próxima Viagem

Todos os anos o turismo no Japão cresce.


Combinando uma cultura antiga com paisagens naturais requintadas e modernidade deslumbrante, a nação asiática está despertando um número crescente de almas viajantes e, nos últimos três anos, o número turistas mais do que dobrou.

 

Por que ir ao Japão?

 

Razão # 1: Cultura Japonesa

Como turista, é tudo sobre a cultura japonesa. Dos castelos, templos e santuários, dos autênticos restaurantes e festivais, experimentar a cultura japonesa é a razão número 1 para ir ao Japão.

 

Razão # 2: Tecnologia

Juntamente com uma rica tradição, o Japão é o berço de muitas tecnologias, desde o Toyota Prius até o famoso "toalete sanitário“, ou ainda até o famoso trem-bala.

A melhor, mais barata e mais fácil maneira de experimentar o trem-bala é comprar um Japan Rail Pass. O passe dá acesso a viagens na maioria dos serviços shinkansen e está disponível por 7, 14 ou 21 dias.

O Japão também possui, em média, a velocidade da Internet mais rápida do mundo. Talvez seja porque é geograficamente um país pequeno, e a penetração da fibra ótica é muito alta.

 

Razão # 3: Comida e Bebida

A culinária única do Japão é mundialmente famosa, principalmente sushi. Algumas das minhas comidas japonesas favoritas (que são extremamente difíceis de encontrar fora do país) são Okonomiyaki (muitas vezes referida como pizza japonesa), Hiyashi Chuka (um prato de macarrão frio que é um ótimo verão) e Miso Ramen (versão japonesa do famoso macarrão chinês).

Para acompanhar sua refeição, experimente um Chu-Hai (bebida gaseificada com sabor de frutas) ou Umeshu (licor de frutas) ou uma das boas cervejas nama (draft), como Asahi Super Dry ou Yebisu Premium Gold.

 

Antes da sua Viagem Para o Japão:

 

Quando Viajar Para o Japão?

O Japão é um país que você pode visitar o ano todo, porém, na Primavera (que vai de março a maio), você pode presenciar o incrível festival de cores que as lindas flores de cerejeiras criam, o Sakura Matsuri.

 

O outono têm temperaturas amenas e agradáveis e os jardins e bosques são tomados por tons de sépia.

 

Se você gosta de esquiar, o inverno no Japão foi feito para você. E caso você queira uma pausa da neve, você pode aproveitar as águas termais dos spas.

 

E o verão japonês vem junto com muito calor e diversos festivais. Sem falar que é a época perfeita para escalar o Monte Fuji e os Alpes Japoneses!

 

Moeda

A moeda oficial do Japão é o iene (JYP), representado pelo símbolo ¥. Outras moedas não são aceitas.

Leve euros ou dólares americanos para trocar em solo japonês.

 

Locomoção

Como já dito anteriormente, para se locomover com o trem-bala você precisar comprar um Japan Rail Pass, mas, não esqueça, este passe só pode ser usado por estrangeiros com visto de turista e devem ser adquiridos fora do Japão. Então, planeje antes de ir e compre o seu antes de sair do Brasil.

 

Visto

Brasileiros precisam de visto para entrar no Japão e ele deve ser requerido em uma Embaixada ou Consulados do Japão conforme o local de residência.

 

Fique por dentro de tudo sobre O Que Fazer no Japão.

 

10 Lugares Para Conhecer no Japão:

1. Kyoto
2. Tokyo
3. Takayama
4. Hakone
5. Kanazawa
6. Nikko
7. Koyasan
8. Tsumago
9. Nara
10. Hiroshima

 

KYOTO

Kyoto é o lar de 17 Patrimônios da Humanidade pela UNESCO, incluindo três localizados nas cidades próximas de Uji e Otsu, conhecidos como Monumentos Históricos da Antiga Quioto.

Kyoto é conhecido por ser a alma da cultura japonesa. Recheado com inúmeros santuários xintoístas e templos budistas. Alguns mais simples como o Pavilhão Dourado de Kinkakuji e outros mais imponentes como o Kyomizudera.

É em Kyoto que você conhece um dos Palácios Imperiais do Japão e construções de tirar o fôlego como o Castelo Nijo e a vila imperial Katsura Rikyu.

 

TOKYO

Com seus dois aeroportos internacionais, Tóquio é geralmente a primeira e a última parada de todas as viagens ao Japão, mas a cidade merece muito mais do que um pit stop rápido. É uma destilação do melhor e do pior que o país tem a oferecer - limpo, seguro e conveniente, mas também lotado e caro.

Também é infinitamente variado, com prédios de madeira ao lado de torres modernas forjadas em vidro e aço e restaurantes de alta gastronomia ao lado de restaurantes menores que servem os mesmos três pratos há gerações. Se você está interessado em comida, arte, esportes, arquitetura, vida noturna ou moda, certamente achará Tóquio fascinante.

 

TAKAYAMA

Takayama é uma cidade na região montanhosa de Hida, na província de Gifu. Para diferenciá-lo de outros lugares chamados Takayama, a cidade também é conhecida como Hida-Takayama. Takayama mantém um toque tradicional, como poucas outras cidades japonesas, especialmente em sua cidade velha maravilhosamente preservada. Ele agora é considerado um dos principais candidatos entre os viajantes que desejam adicionar um elemento rural em seus itinerários.

 

HAKONE

Hakone faz parte do Parque Nacional Fuji-Hakone-Izu, a menos de cem quilômetros de Tóquio.

Famosa pelas fontes termais, pela beleza natural e pela vista sobre o lago Ashinoko, perto do Monte Fuji, Hakone é um dos destinos mais populares entre turistas japoneses e internacionais que procuram uma pausa em Tóquio.

 

KANAZAWA

Muitas vezes aclamado o homólogo menos turístico de Kyoto, Kanazawa mantém todo o charme e nostalgia do Japão antigo - sem as multidões.

É o lar de um dos mais belos jardins paisagísticos do Japão. Você pode explorar o Templo Ninja e a cidade fica incrível na época das cerejeiras.

 

NIKKO

Ao visitar o Japão você precisa passar pelo norte de Tóquio, na província de Tochigi, onde você poderá desfrutar de florestas nacionais, cachoeiras, importantes locais do patrimônio mundial e fontes termais naturais.

Lá, você encontrará Nikko, um lugar bonito, histórico e tranquilo, longe da agitação de Tóquio. Os visitantes lotaram Nikko desde a abertura da ferrovia no final do século 19 - os ocidentais, em particular, foram atraídos para a área, particularmente para o lago Chuzenji, onde passavam as férias, pois a paisagem lembra os britânicos Lake District e os Alpes europeus.

Nikko também tem uma história incrível, pois é o local de importantes templos budistas e santuários xintoístas.

 

KOYASAN

Os “Locais Sagrados e Rotas de Peregrinação na Cordilheira Kii” foram designados Patrimônio Mundial da UNESCO em 2004, devido ao seu valor universal único e notável. Muitos peregrinos morreram durante a viagem a Koyasan e agora, como viajantes modernos, temos a honra de poder visitar esta bela região com facilidade e conforto. É um privilégio e uma benção.

É o lar de templos impressionantes. Tem uma história fascinante. O cemitério de Okunoin é inacreditável. É também o lar do mausoléu de Kobo Daishi. Aqui, você pode passar a noite em um templo. Os amantes da natureza vão adorar Koyasan.

 

TSUMAGO

A pequena cidade de Tsumago é um museu ao ar livre de casas e lojas meticulosamente restauradas, e uma visita aqui oferece um vislumbre de como era a vida durante o período Edo (1603–1868).

 

NARA

Você já deve ter ouvido falar de Nara antes; duas coisas o tornam muito popular, o cervo selvagem e o grande buda. Como Nara foi a primeira capital do Japão (710 a 794 dC), está cheia de edifícios e templos históricos.

Esta pequena cidade abriga nada menos que 8 locais do patrimônio mundial da UNESCO. Assim, Nara, sem dúvida, tem alguns dos melhores templos, não apenas na província de Nara, mas no país. Pode não ser tão proeminente quanto seu vizinho Kyoto, mas é um passo perfeito para uma visita histórica e culturalmente rica ao Japão.

 

HIROSHIMA

Poucos lugares no mundo são tão emocionantes quanto Hiroshima. O que é notável nessa cidade não é apenas o testemunho do horror em primeira mão de um ataque nuclear; está em seu espírito de resiliência e esperança. É o único lugar no mundo onde você pode ver a extrema capacidade destrutiva e criativa da humanidade.

Hiroshima seria apenas mais um lugar qualquer, se não fosse pelo dia 6 de agosto de 1945. 

Na cidade você pode conhecer o Parque Memorial da Paz (onde a bomba atingiu), o Museu Memorial da Paz, o Monumento das Crianças à Paz e, por último, conheça o Memorial da Paz, um dos únicos edifícios a ficar em pé depois do dia do ataque.

 

Ficou interessado(a)? Acompanhe a Memphis Tours para mais blogs como este, explore o nosso website e faça sua reserva conosco!

Tours relacionados
Redes Sociais

Artigos Relacionados

Entre Em Contato