História de Atenas

Segundo a mitologia grega, a primeira cidade de Atenas foi fenícia e Cecrops foi o rei que a fundou. A cidade de Atenas foi oficialmente criada no dia em que os deuses decidiram fazer um concurso: a cidade em crescimento receberia o nome da divindade que ofereceria aos mortais o presente mais útil. A divindade se tornaria, portanto, o deus padroeiro da cidade recém nomeada. A disputa ocorreu entre o deus do mar Poseidon e a deusa da sabedoria Atena. Poseidon ofereceu um cavalo, que simbolizava força, enquanto Atena ofereceu uma oliveira, por paz e prosperidade. A cidade foi finalmente nomeada após Athena.

 

Leia mais sobre: Mitos Gregos: A Mitologia Grega

 

 

Tempos Pré-Históricos

A colina da Acrópole viu seus primeiros habitantes durante o período neolítico. Esta rocha ofereceu uma ótima posição com grande visibilidade em relação à terra e ao mar e, portanto, foi usada cedo como uma fortaleza militar. Em 1.400 aC, Atenas se tornou uma cidade micênica, prosperou e evoluiu para um centro religioso dedicado à deusa Atena. Uma idade sombria se seguiu, na qual a Grécia permaneceu do século XII ao século VIII aC. Acredita-se que este foi o momento em que o rei Teseu, uma pessoa semi-existente e semi-mítica, governou a cidade.

 

 

Tempos Arcaicos

A Atenas antiga emergiu economicamente durante esses séculos, mas perdeu o controle de toda a Ática, agora dividida em reinos menores. Atenas recuperou o poder sobre a Ática no século VII e gradualmente se tornou o centro cultural e artístico do país. Durante um século, a cidade foi governada por generais militares e aristocratas. A hierarquia de cada cidadão dependia de sua riqueza, o que significava que os pobres não tinham direitos e a escravidão era uma mercadoria.

 

No século 8 aC, Solon, um poeta ateniense e legislador abriu o caminho para a democracia e aboliu a injustiça para os menos afortunados, declarando todos os atenienses (além de escravos) iguais por lei e abolindo qualquer título e privilégio herdado. O Oráculo de Delfos, o mais poderoso da Grécia antiga, declarou ao mesmo tempo a Acrópole como província dos Deuses.

História de Atenas

 

Tempos Clássicos

Após as Guerras Persas (490-479 aC), a Atenas Antiga se tornou a principal cidade-estado da Grécia. Este período é o pico da história de Atenas. O século V aC é conhecido como o século clássico ou a idade de ouro de Péricles, o homem que dominava a cena política de Atenas na época. Foi nessa época que Atenas obteve a grande frota na Grécia, comercializou seus produtos em todo o Mediterrâneo e aproveitou o Tesouro da Liga Delian para construir a Acrópole. Naquela época, com a iniciativa de Péricles, um novo regime foi formado: a democracia. Nesse regime, todo cidadão tinha o direito de expressar suas opiniões em reuniões públicas e votar em assuntos públicos.

 

Essa riqueza econômica da Atenas antiga trouxe prosperidade cultural. Novas idéias filosóficas surgiram por filósofos brilhantes, como Sócrates, Platão e Aristóteles, e muitas ciências e artes floresceram. Reuniões políticas foram realizadas na Ágora Antiga e muitos edifícios públicos foram construídos. Além disso, uma nova forma de arte foi formada, o teatro, que originalmente fazia parte de cerimônias religiosas e depois obteve um caráter educacional. De fato, o teatro era tão importante para a Atenas antiga que, por lei proposta por Péricles, o estado tinha que pagar as passagens pelos cidadãos menos privilegiados, para que todos os atenienses participassem das peças teatrais.

 

Leia mais sobre: História Grega

 

 

O Declínio da Atenas Clássica

A idade de ouro de Atenas foi interrompida após uma derrota contra Esparta durante a Guerra do Peloponeso (431-404 aC). Atenas então caiu sob o domínio de Phillip da Macedônia e seu filho Alexandre, o Grande, mas continuou sendo o centro cultural da Grécia.

 

A próxima ameaça veio dos romanos, cujo império agora governava o Mediterrâneo ocidental e se movia lentamente para o leste. Após vários ataques, eles finalmente derrotaram os macedônios. A Atenas antiga não sofreu muito com a ocupação romana, pois era uma cidade admirada e respeitada por sua cultura, suas artes, sua filosofia e literatura, daí a Pax Romana que foi estabelecida.

 

A paz durou até o século III dC, quando a Grécia foi invadida pelos godos. Enquanto o cristianismo estava se espalhando pelo Império, São Paulo veio à Grécia em 51 dC para pregar seu famoso sermão a um Deus desconhecido. Imperador Constantino, mudei a capital do Império Romano de Roma para Bizâncio em 324 d.C. e o nomeei Constantinopla.

História de Atenas

 

Tempos Bizantinos

O Império Romano finalmente foi dividido em duas partes: o Império Romano, a oeste, e o Império Bizantino, a leste. Como acontece com todos os impérios, e após anos de poder e riqueza, o Império Romano começou sua queda, cedendo seu poder a Bizâncio. Naquela época, o templo do Parthenon se tornou uma igreja de Agia Sofia. Atenas permaneceu o centro da educação e cultura gregas até 529 dC, quando o imperador Justiniano proibiu o ensino da filosofia clássica. Atenas foi invadida, entre 1200 e 1459, por muitas tribos ocidentais: francos, catalães, florentinos, venezianos e, finalmente, pelos otomanos que governaram por mais de 400 anos.

 

 

Ocupação Otomana e Independência

A Acrópole foi então transformada na sede do governante turco e o Parthenon se tornou uma mesquita. Após a independência grega de 1821, a cidade de Atenas atravessou um período de reorganização sob o domínio do rei Otto, o primeiro monarca da nova nação. Ele ordenou que seus arquitetos construíssem impressionantes edifícios neoclássicos no centro da cidade, incluindo o Palácio Real, que agora abriga o Parlamento grego.

 

Hoje, o Parlamento e a Mansão Presidencial são guardados por uma unidade militar especial. De fato, todo domingo de manhã, as pessoas se reúnem para assistir à troca oficial dos guardas. Uma caminhada por Atenas o levará a muitos locais antigos e lugares famosos que valem a pena visitar.

    Pacotes Sugeridos
    Por que nós
    • Serviço personalizado

      Monte a viagem dos seus sonhos com a melhor qualidade de serviços e de acordo com seu orçamento..

    • Falamos a sua língua

      A multilingual website offers content in 6 different languages English, Spanish, Portuguese, French, Italian and German

    • Flexibilidade

      Somos flexíveis para realizar alterações no roteiro de sua viagem por motivos de força maior ou outros motivos específicos.

    • Sua segurança

      Um guia turístico profissional sempre à sua disposição em todos os lugares.

    • Serviço de alta qualidade

      Priorizamos a qualidade em todos os serviços por nós prestados.

    • Atendimento ao cliente 24h

      Suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana através do chat, e-mail ou telefone.

    • Turismo sustentável

      Consciência e responsabilidade visando o presente e o futuro e gerando empregos para a população local.

    • Pagamento on-line seguro

      O nosso site é protegido pelo sistema de pagamento online Veri Sign Secure, um dos sistemas mais seguros do mundo.

    • Site seguro

      A Memphis Tours trabalha com o McAfee Secure Site para mantê-lo a salvo de fraudes e spyware e para proteger seu cartão de crédito.