O que é Ramadan - Fatos sobre o Ramadan no Egito

Ramadan . Egito . Cultura no Egito .

Uma vez por ano muçulmanos do mundo inteiro celebram o mês do Ramadan. Você sabe o que é Ramadan? Aqui você vai descobrir as características desta celebração religiosa no Egito e também peculiaridades culturais que são bem interessantes e mudam a atmosfera de todo o país.

O que acontece no Ramadan?

 

O Ramadan é o nono mês do calendário islâmico, é o mês no qual os fiéis fazem o jejum - um dos cinco pilares do Islã. Além do jejum, no mês do Ramadan, deve-se praticar a oração regular e a caridade, além de participar da oração de Taraweeh (uma vigília feita durante a noite após a última oração do dia).

 

Como funciona o Jejum?

Durante o jejum, os muçulmanos se abstêm de comida, bebida, vícios e atividades sexuais, objetivando limpar o corpo e mente desde o amanhecer até o pôr do sol. Homens e mulheres que estejam em bom estado de saúde devem jejuar, já as crianças, mulheres grávidas, pessoas que estão em viagem e enfermos não devem fazer o jejum. O tempo do jejum depende da localização do país, no Egito o jejum dura 14 horas, mas em outros países pode durar mais ou menos, dependendo da localização geográfica.

 

Você sabia que o Islã segue o calendário lunar?

 

É por isso que todos os anos o mês do Ramadan cai em datas diferentes, não tendo uma data específica no calendário ocidental. O Ramadan pode durar 29 ou 30 dias, dependendo do ano.

Quais são os costumes e tradições durante este mês?

 

Os muçulmanos independente do país que estejam, vão sempre celebrar o mês de Ramadan, isso significa fazer o jejum, orações e caridade. Mas no Egito, a atmosfera do país é diferente, o mês sagrado preenche as ruas com muitas luzes e cores, conheça os Fatos sobre o Ramadan no Egito:

1. El Fanous

 

Bem antes do Ramadan começar, as lojas de Fanous começam a surgir, nas ruas principais ou até mesmo em vielas você vai encontrar as lanternas feitas especialmente para este mês. Fanous estão disponíveis em vários tamanhos e materiais.  Originalmente esta tradição surgiu muitos anos atrás, a lenda diz que quando o califa Fatimida Muezz El Din entrou no Cairo pela primeira vez, a população saiu às ruas com lanternas acesas para recebê-lo. Fanous se tornou uma marca do Egito, e todos os anos as lanternas iluminam casas, ruas e fazem a alegria das crianças.

 

2. Decoração e Música

 

Além da Fanous, as ruas ganham cores e brilho com tecidos, bandeirolas, piscas-piscas, painéis e outros materiais de decoração feitos com estampas de Khayamiyah - um bordado com padrões geométricos e islâmicos em diversas cores, tamanhos e formatos. As famílias enfeitam as suas casas e as empresas também enfeitam suas vitrines. Em qualquer lugar não pode faltar as músicas especiais de Ramadan, que fazem qualquer pessoa entrar no clima da celebração.

3. Ma2det El Rahman - Iftar da caridade

 

A caridade é um dos pilares do Ramadan, passeando pelas ruas do Cairo você vai observar várias tendas montadas com várias mesas, formando um banquete para os pobres quebrarem o jejum. Outra forma de caridade durante o mês, é a doação de cestas básicas para famílias pobres.

 

4. As Compras

 

Os supermercados colocam novas prateleiras com produtos específicos para o Ramadan, como frutas secas, nozes e castanhas, sucos e materiais para doces. Há também caixas especiais (cestas básicas) que são confeccionadas para este mês.

 

5. Mudança de Horário

 

Durante o Ramadan, as empresas, restaurantes e demais comércios modificam o horário de funcionamento e também os funcionários tem redução na carga horária diária que pode chegar até 4h. Os restaurantes e cafés também ficam fechados para o público durante o dia, abrindo somente um pouco antes da quebra do jejum.

6. Madfaa el Iftar

 

No passado canhões eram usados para anunciar a quebra do jejum, uma tradição que começou apenas como um teste dum canhão que coincidentemente aconteceu no mês sagrado. Ficando assim uma marca importante no Ramadan do Egito. Até hoje o canhão se tornou um símbolo deste mês, há réplicas nas lojas, animações na televisão e ainda existe um canhão ativo na Cidadela de Saladino que faz o anúncio do Iftar (café da manhã).

7. Mesaharati

 

Muito comum nos bairros mais tradicionais o Mesaharati é um senhor que sai pelas ruas acordando os moradores para fazerem a última refeição antes do amanhecer, o Sohur. O Mesaharati usa sempre um tambor para anunciar o Sohur. Esse costume é bem antigo e que persevera até hoje, pelo menos nas zonas mais tradicionais.

8. A quebra do jejum

 

Durante o Ramadan, as pessoas convidam umas às outras para quebrar o jejum juntos, podendo ser em casa ou restaurante. As refeições são sempre fartas, incluindo famosos pratos da culinária local, doces e sucos diversos. A quebra do jejum é feita geralmente comendo algumas tâmaras e tomando um pouco de água.

Devido às longas horas de jejum, muitos sucos são feitos para consumir no iftar, os sucos mais famosos durante esta época são: damasco, coco, hibiscus, tâmara com leite, alfarroba, tamarindo e sucos feitos com frutas da estação.

 

Os principais pratos que você encontra na mesa egípcia nesta época são: mahshi (legumes recheados com arroz), kebab hala (carne cozinha), kofta, frango e pato assados, hamman (pombo recheado), ro7 (um espécie de torta salgada recheada com carne), roz asfar bi mkasarat (arroz com curcumã, nozes e passas), sambosak (lembra muito o nosso pastel, pode ser recheado com queijo, frango ou carne), sopa e saladas diversas.

 

As sobremesas do Ramadan são muito deliciosas, dentre tantos doces consumidos nesta época se destacam a compota de frutas secas, konefa, ataif, basbussa, balah hesham, zalabya, om ali e goulash.

 

Há muita gente que não consegue chegar em casa a tempo de quebrar o jejum por causa do trânsito, por isso neste horário, várias pessoas vão às ruas distribuir suco e tâmaras para eles.

 

Conheça 5 pratos imperdíveis da culinária egípcia

9. As séries de tv

 

A programação televisa no mês do Ramadan traz uma gama de séries especiais em vários canais. Mas ao contrário do que possa imaginar as séries não retratam temática religiosa. Depois do Iftar as famílias sentam juntas para assistir as famosas séries tomando chá e comendo doces.

10. Preparação para o Eid

 

Nos últimos dias do Ramadan, as famílias começam a se preparar para a chegada do Eid (o primeiro dia após o término do Ramadan). Os supermercados passam a fazer promoções e anúncios de produtos de limpeza, porque tradicionalmente antes do Eid, as egípcias fazem uma grande faxina para receber os parentes. Nos dias que antecedem o Eid, nas casas mais tradicionais as mulheres se juntam para produzir Kahk e outros biscoitos, já as confeitarias fazem diversas caixas com biscoitos diversos típicos desta ocasião. Outra tradição do Eid é presentear os filhos com roupas novas, doces e também dinheiro.

Quem teve a oportunidade de visitar o Egito nesta época, sem dúvida sentiu uma atmosfera diferente e muito alegre, não precisa ser muçulmano para vivenciar tudo isso. O Egito vai muito além dos faraós, templos e museus, a cultura e tradição do país é rica e carrega consigo uma herança singular.

 

E você conhece mais curiosidades sobre o Egito na época do Ramadan? Compartilhe suas experiências!

Nossa história
A Memphis Tours foi estabelecida como uma empresa familiar em 1955. Uma pioneira no turismo egípcio, operando excursões em terra para os maiores clientes no Egito, incluindo P&O Cruises, Princess Cruises e navios das marinhas britânicas, francesas e americanas de 1955 a 1996.
Agora, além do Egito estamos servindo clientes que estão viajando para outros destinos incríveis como Índia, Jordânia, Dubai,Turquia, Marrocos e Grécia, tendo em nossa equipe mais de 300 funcionários - aumentando anualmente - repleta de profissionais que oferecem um serviço de alta qualidade para mais de 20.000 clientes Memphis ao redor do mundo.
Jornada no Pinterest
Entre Em Contato