Blog Memphis Tours

9 Razões para Viajar para Marrocos e se Apaixonar Pelos Marroquinos

Marrocos . cultura marroquina . vida cotidiana no Marrocos .

Marrocos está crescendo como um destino turístico popular, pois é uma maneira incrivelmente acessível de experimentar a cultura do norte da África já que Marrocos é adequado para todos os viajantes independentemente do orçamento disponível. Localizado na extremidade noroeste do imenso continente africano, Marrocos fica a apenas um vôo rápido da Europa.

 

Ao Viajar para Marrocos é possível ficar em um albergue econômico básico, comer nos souks, pagar barato em cafés ou chás e descobrir a cidade sem guias, transporte ou pouquíssimo dinheiro. No entanto, também é extremamente comum ficar em um hotel 5 estrelas ou riad (Um riad é um tipo de casa ou palácio tradicional marroquino com jardim interior ou pátio), entrar em um spa de luxo, gastar muito em comida, passeios, refeições e experiências.

 

Este país tem deserto, montanhas, praias, pequenas aldeias e grandes cidades; um pouco de tudo para todos. A comida é incrível, a cultura é única e os preços são acessíveis. 

 

E a melhor coisa? Viajando com orçamento limitado ou gastando muito dinheiro são ambos absolutamente viáveis e agradáveis dentro do Marrocos, já que o país está bem montado para ambos os tipos de turismo.

 

Então, se você ainda está se perguntando "por que ir para o Marrocos?", Aqui está uma lista de razões para Viajar para Marrocos. São coisas que experimentei pessoalmente, e posso dizer que sempre apreciarei o mês que passei viajando pelo Marrocos.

 

1. Marrocos N’ Roll: Uma Odisséia Musical

Seja inspirado(a) com paisagens e sons enquanto você explora a diversificada cultura musical de Marrocos! Por exemplo, explore locais ricos em cultura Gnawa, conheça os Kuyu (Dançarinos Gnawa) e Maalem (Mestres) da música tradicional, e aprenda sobre o artesanato e o significado do instrumento Guembri. Não importa onde você se encontre no Marrocos, há sempre uma melodia para ser ouvida e aprendida.

 

2. Baz-Arte & Arquitetura: Uma Jornada Visual

Vá além de simplesmente admirar os padrões de azulejo e teto abobadado pelos quais o Marrocos é famoso, aprenda sobre como as diversas formas de arte no Marrocos estão ligadas à sua história, cultura e política.

 

Marrocos tem uma localização única e, portanto, foi influenciado por muitas culturas ao longo do tempo, que podem se refletir na arquitetura. Ao longo dos séculos, o país foi formado por uma mistura de colonizadores europeus, vizinhos árabes e tribos africanas viajando pelo país. Todas essas influências criaram uma rica mistura cultural que é diferente de qualquer outra e se reflete na arquitetura do país e no povo marroquino.

 

No Marrocos moderno, podemos ver muitos projetos arquitetônicos diferentes, mas a maior influência é o Islã, onde as diretrizes de decoração e construção foram influenciadas, seguidas e direcionaram a construção e a decoração dos edifícios em muitas partes do Marrocos por séculos. A arquitetura hispano-moura (característica da arquitetura do norte da África e da Península Ibérica) também se enraizou em Marrocos durante a dinastia almorávida. Assim, uma mistura desses dois estilos arquitetônicos pode ser detectada em muitas cidades. Muitos estilos e elementos arquitetônicos diversos podem se tornar um tanto esmagadores; podemos levá-lo a uma curta jornada descrevendo a variedade de elementos.

 

3. Visitando os Curtumes de Couro de Fez em Marrocos

Existem alguns curtumes de couro em torno de Fez, mas o maior e mais conhecido é Chouara Tannery no coração do souk.

 

Os curtumes são onde os trabalhadores transformam a pele seca de animais em couro para vários itens, como bolsas, jaquetas e sapatos.

 

Depois de passar pela miríade de lojas de itens de couro, você finalmente chegará à varanda que supervisiona os curtumes - e que visão magnífica! Para os moradores locais, especialmente os que trabalham duro lá embaixo, é apenas mais um dia no escritório, mas para os viajantes e especialmente os fotógrafos, isso é como estar na Disneylândia e poder ir em cada passeio.

 

4. Caminhe por Jemaa El-Fna

Jemaa el-Fna é a praça mais popular em Marrocos, e uma grande mistura de todas as coisas marroquinas. Há encantadores de serpentes, macacos, tatuadores de henna, barracas de comida com deliciosas variedades, centenas de pessoas, música ao vivo e a entrada para o souk e suas inúmeras lojas tradicionais.

 

Em todo lugar que você olha na praça principal de Marrakech, você descobre algo incrível em andamento. O hoopla e a halqa (teatro de rua) não param por aqui desde o século XI. O lamento das flautas pungi encantadoras atinge o máximo a meio da manhã, e o show não começa até o pôr do sol, quando os restaurantes acendem suas churrasqueiras, levando os músicos a afinar seus instrumentos.

 

5. Visitar em Hammam

Visitar Marrocos é a oportunidade perfeita para ir a um hammam tradicional, que é um banho a vapor onde você pode relaxar e fazer uma sessão tradicional de esfoliação da pele. Os marroquinos frequentam os hammams regularmente, onde procedem com outros tipos de tratamento da pele, como cobrir o corpo com uma máscara de argila ou hidratar com óleo de Argan. Uma experiência que você deve definitivamente adicionar à sua lista de desejos.

 

O ritual começa aplicando uma fina camada de sabão preto em todo o corpo e, depois de descansar por cerca de 5 a 10 minutos, é seguido por lavagem com muita água. O responsável raspará toda a sua pele morta do seu corpo com uma luva de kessa. Você ficará surpreso com a pele morta resultante deixada no ladrilho após o tratamento.

 

Logo após, existe uma máscara rhassoul purificante que absorve todas as impurezas da pele enquanto mineraliza a epiderme com elementos minerais essenciais.

 

Nos hammams mais luxuosos, eles terminam a sessão reidratando a pele com óleo de argan puro.

 

6. Desfrute da Cozinha Marroquina

Comer comida marroquina é uma experiência de mudança de vida para muitos, que descrevem a culinária como uma explosão na boca, graças às especiarias locais e aos métodos culinários tradicionais. Os tagines, por exemplo, mudam a maneira como os alimentos são degustados graças à maneira como a argila de barro reage ao fogo. Aprenda a cozinhar como os marroquinos e sua vida definitivamente mudará.

 

A cozinha marroquina, com sua incrível mistura de especiarias, perfil de sabores doces e salgados e pratos com texturas bonitas, foi apontada como uma das principais tendências alimentares a serem observadas neste ano. Porém, depois de experimentar suas irresistíveis combinações de sabores, você verá rapidamente por que essa tendência não precisa se preocupar em ficar fora de moda nos próximos anos.

 

A cozinha tradicional marroquina é uma mistura da culinária e dos costumes de uma incrível mistura de culturas de todo o mundo. Dada a localização do país na ponta norte da África, com linhas de costa no Oceano Atlântico e no Mar Mediterrâneo, seus sabores são influenciados principalmente por seus vizinhos europeus e mediterrâneos, mas os sabores tradicionais da África, Oriente Médio e até da América do Sul entram em cena. pratos marroquinos favoritos também.

 

7. Festividades e Feriados

Marrocos é uma nação predominantemente muçulmana. Então todos os feriados muçulmanos são celebrados. No entanto, fique atento(a), pois o calendário islâmico é diferente do calendário ocidental. Para informações atualizadas, pesquise quando os feriados islâmicos irão acontecer quando você estiver viajando.

 

Alguns feriados e festivais são:

 

- Marathon des Sables: Todos os anos, competidores de todo o mundo participam de uma corrida de 6 dias pelo Deserto de Marrocos. Acontece em abril.

 

- The Rose Festival: Comemora a colheita de rosas em Kalaa de Mgouna. Realizada em maio.

 

- O Festival de Fez da Música Sacra Mundial: Realizado em junho, este festival celebra músicas e danças espirituais. Com dervixes rodopiantes e cantos místicos, este festival oferece uma visão única da cultura e costumes do Marrocos.

 

- Essauira Gnawa e World Music Festival: Este festival é realizado em Essaouira e celebra a música e as acrobacias dos Gnawa. Realizada em junho.

 

- Marrakech Festival de Artes Populares: Um festival nacional que celebra a música popular, cartomantes, encantadores de serpentes, engolidores de fogo e trupes de atuação.

 

- Festival de Casamento Imichil: Este é um festival de casamento berbere onde até 40 casais se casam nas montanhas do Alto Atlas. Acontece em agosto.

 

- Erfoud Date Festival: No início de outubro, a região de Erfoud celebra a data da colheita com dança, comida e música folclórica.

 

8. Design: Diversidade de Marrocos

De tapetes e gravuras de latão a entalhes em madeira e mosaicos, o Marrocos é o paraíso dos amantes de design. Estes trabalhos manuais estão intimamente ligados à história e cultura do país e continuam a ser praticados por designers locais especializados. Seja seu interesse em design de interiores, fotografia, arquitetura, design de moda ou uma combinação destes últimos, você pode embarcar em uma excursão conduzida por um especialista em seu campo que atende à sua especialização no mundo do design.

 

9. Bondade

Apague da sua mente tudo o que você já ouviu sobre os marroquinos. Infelizmente, a maioria das notícias que chegam aos nossos ouvidos são regadas com esteriótipos. Esqueça tudo. Os marroquinos são uma das pessoas mais amigáveis e hospitaleiras do mundo. Pergunte a qualquer viajante que tenha se aventurado pelo Marrocos - todos eles dirão a mesma coisa: a bondade e a hospitalidade marroquinas são únicas.

 

Se você ficou interessado(a) e quer ver com os seus próprios olhos, confira os nossos Pacotes para Marrocos e embarque nessa aventura!

Tours relacionados
Redes Sociais
Entre Em Contato