Pontos de Interesse do Cairo

Desfrute de conhecer os pontos de interesse turístico no Cairo, a capital do Egito e uma das cidades maiores da África que tem monumentos únicos. E escolhe o pacote que você deseja em fim de descobrir esta cidade tão maravilhosa. Vem com a gente! 

Cairo
Grande Cairo
Cairo é a capital do Egito e está situada ao Norte, a cidade é conhecida como a "Cidade dos Minaretes", devida a existência de muitas Mesquitas na região. É também chamada "Grande Cairo", pois consiste engloba a cidade do Cairo e Gizé. O rio Nilo fica entre as duas cidades.
 

Como chegar?
Se você estiver fora do Egito, você pode vir ao Cairo de avião. Mas se você está no Egito, poderia facilmente chegar ao Cairo pegando ônibus ou trem.
 

Quais os principais pontos turísticos?
Cairo islâmico
: o centro histórico de Cairo, em que se encontram a cidadela, Khan el Khalili, as mesquitas mais antigas e a cidade dos mortos.
Cairo Copta: Igreja de Santa Barbara,  Igreja Suspensa e Igreja deIgreja de Abu Sirga ou São Sérgio
Sakkara: Pirâmide de Zoser e Memphis
Downtown: Museu Egípcio
Gizé: Pirâmides, Esfinge e Templo do Vale
E muito mais.
 

Dicas Valiosas
O Cairo é uma cidade grande e muito movimentada, o ideal é planejar bem o seu passeio para aproveitar melhor o tempo e as visitações.

 

Confira as informações e não perca dar olhada nos pacotes sugeridos para o Cairo ! 

Confira as principais informações e dicas sobre o incrível Museu Egípcio localizado no Cairo.

Como foi construído?
Downtown foi construída em 1880 pelo Rei Ismail. O objetivo era remeter a uma cidade européia, por isso contratou arquitetos europeus para fazer o projeto. O centro da cidade possui ruas largas e está cheio de relíquias expressando a grandeza do Cairo há um século.

 

O que não perder?
Existem vários locais famosos para visitar no Centro da Cidade , assim como muitos locais menos conhecidos que ainda valem a pena fazer uma visita. Em downtown você vai encontrar o Museu Egípcio (na Praça Tahrir, parada obrigatória para qualquer turista que quer conhecer a história do Egito), Museu de Arte Islâmica (localizado na fronteira entre Downtown e Old Cairo), Townhouse Gallery e Teatro (Localizado à saída de Mahmoud Bassouni rua correndo noroeste de Midan Talaat Harb).

 

Onde comer e beber?
Além dos hotéis localizados em downtown, você pode encontrar diversas opções em Talaat Harb Street e mediações.

 

Dicas valiosas
O acesso ao centro da cidade é agitado devido ao grande tráfico, por isso planeje bem seu passeio, faça uma lista dos lugares que quer ir e como deverá se deslocar entre eles. Calçados confortáveis é uma boa pedida para facilitar a caminhada. 

 

Confira os pacotes de Memphis Tours e desfrute de visitar Egito ! 

Zamalek / Gezira
Onde fica?
Gezira é a palavra árabe para ilha, mas no Cairo, ela é mais comumente usada para se referir a uma determinada ilha no meio do Nilo, entre Downtown Cairo e a área em Giza conhecida como Dokki . Até o final do século 19 , esta ilha permaneceu desabitada , mas hoje é um bairro do Cairo que possui uma vizinhança silenciosa e arborizada, Zamalek.

O que você vai encontrar?
Nos últimos anos, o bairro foi mais densamente desenvolvido, Zamalek abriga pontos turísticos, alguns dos melhores restaurantes e lojas do Cairo. 

O que fazer?
Você pode visitar os últimos restos dos jardins reais para tomar uma bebida em um dos hotéis mais luxuosos do Cairo, o Marriot Gardens. Se você quer desfrutar de um bom show, a parada obrigatória é no Cairo Opera House e para ver umas das melhores vistas da cidade, nada melhor do que ir à Torre do Cairo.
 

Por que visitar?
A Mesquita de Amr Ibn Al-Aas foi a primeira mesquita a ser construída no Egito e a primeira no território africano.
 

Houve reconstruções ?
A mesquita foi construída em 641-642 AD, o  local teve diversas reconstruções ao longo dos séculos portanto nada do edifício original permanece. 
 

Curiosidades
A mesquita foi erguida onde o general Amr Ibn Al-Aas montou sua tenda. Um dos cantos da mesquita fica o túmulo do seu filho Abdallah
 

Como chegar?
A Mesquita fica localizada no Cairo Antigo. Pode chegar ao local de táxi ou van.
 

 

Não perca conhecer a primeira mesquita do Egito, veja os pacotes sugeridos !

Por que visitar?
O Museu Copta oferece uma coleção única de arte e artefatos da história do Egito copta,  abriga a maior coleção de obras de arte copta e artefatos culturais do mundo, catalogando um período de grande mudança na história do Egito e do mundo em geral.
 

Cristianismo Copta
Era a religião dominante no Egito sob o domínio romano , antes da chegada do Islã no século 7 . A história do cristianismo no Egito é única e fascinante e, ferozmente defendida pela Igreja Copta até hoje. A sua história registra a interação de diversas culturas e religiões diferentes, incluindo os antigos deuses do Egito , as religiões pagãs da Roma e Grécia, o início o cristianismo e o início do islamismo .
 

Curiosidades
Neste museu você descobrirá que não é por acaso que o ankh egípcio e a cruz do cristianismo são tão semelhantes em sua forma fundamental.
 

Confira as outras informações sobre o grande Egito ! 

O Cairo Islâmico
Onde fica?
O Cairo Islâmico é uma antiga cidade islâmica da capital egípcia, da Era Medieval e é, atualmente,  o núcleo histórico da cidade . Fica entre a área urbana moderna do Cairo e é uma das cidades islâmicas mais velhas do mundo, com as suas famosas mesquitas, escolas e fontes. 

O que você vai encontrar?
Visitar o Cairo islâmico pode ser uma tarefa assustadora. É uma área bem grande, incluindo a antiga cidade fatímida , bem como os bairros para se chegar ao sul da Fortaleza de Saladino e a  Mesquita Ibn Tulun . Existem literalmente centenas de locais, de vários tamanhos e importância ao longo destas ruas estreitas. Adicione a isso o fato de que ainda é uma área comercial e residencial ocupada e o Cairo islâmico pode apresentar um grande desafio. Pode-se passar várias semanas simplesmente a se perder nestas ruas antigas, sem esgotar-se de novas paisagens e experiências; no entanto, existem várias áreas onde turistas ocasionais devem centrar a sua atenção para ver muito do que esta zona histórica tem para oferecer em um curto período de tempo.

O que visitar?
A maior concentração de pontos turísticos em Cairo islâmico está na rua Al- Muizz Al- Deen. Esta rua era a principal que atravessa a cidade e foi construída no século 11. Possui diversos mausoléus e palácios que ali foram construídos, destaque para o Complexo de Qala’un.. O trecho sul do Cairo islâmico oferece os maiores monumentos islâmicos do Cairo: Mesquita de Alabastro, Mesquita do Sultão Hassan, Mesquita de Rifaii, Ibn Tulun, Azhar Park, Khan el Khalili
 

Mesquita e Faculdade de Al Azhar 
Por que visitar?
Embora existam centenas de antigas mesquitas para se visitar no Cairo , não há nenhuma que possa competir com Mesquita de Al -Azhar  em pé e importância para a história do Islã. Fundada pelos fatímidas em 970 e desenvolveu-se ao longo dos séculos como o centro mais importante de aprendizagem da  teologia islâmica do mundo.

O que você vai encontrar?
A mesquita em si foi renovada e ampliada várias vezes , sobrevivendo mais de mil anos de mudança política e mudanças no governo . Os diferentes estilos arquitetônicos de seus cinco minaretes testemunham as diferentes dinastias que controlaram Al - Azhar. Além do belo tribunal central de mármore branco, o edifício inclui uma grande área coberta para oração, duas escolas, um campus no lado norte da cidade e Azhar Park  - a nova adição ao Cairo islâmico, 74 hectares de espaço verde. Este belo cenário oferece uma vista espectacular sobre a cidade e jardins bem cuidados . Há um café e um restaurante também. É uma experiência memorável assistir o pôr do sol do parque com a chamada para a oração da noite que ecoam nos milhares minaretes do Cairo.

Você sabia?
A Universidade de Al- Azhar foi fundada pela dinastia fatímida do Egito, descendentes de Fátima, filha de Muhammad, o Profeta. Fatimah az-Zahra foi chamada (a brilhante), e a universidade foi nomeada em sua honra. A faculdade recebe estudantes de todo o mundo para aprender sobre a história do Islã e as diferentes escolas de pensamento que regem a interpretação do Alcorão sendo o  centro principal da literatura árabe e sunita sobre os estudos islâmicos em todo o mundo e o mais antigo do mundo.
 

Mesquita de Mu’ayyad e Bab Zuweila

Onde fica?
No extremo sul de Al-Deen Muizz Street, há dois minaretes que se erguem sobre as portas do Cairo fatímida . Este é Bab Zuweila , construído como a porta sul da cidade no século 11. Suas torres gêmeas foram adicionadas no século 15, quando a Mesquita Mu'ayyad que fica dentro da porta ao lado oeste da rua foi construída pelo sultão mameluco Sheikh Mu'ayyad Sayf Ad- Din.

 

Por que visitar?
Dentro você poderá encontrar explicação da construção e reforma do portão através dos séculos. Inscrições faraônicas podem ser encontrados nas paredes, gravadas em pedras que foram retiradas de templos faraônicos antigos e recicladas. Suba até o topo e os minaretes permitirão uma bela vista sobre o Cairo islâmico, Azhar Park e a Cidadela.

 

Curiosidades
A lenda diz que o sultão Mu'ayyad estava preso neste local sob o comando de um sultão anterior. Ele jurou que iria transformar o local em um centro de culto e aprendizagem se ele escapasse e chegasse ao poder. Em 1412 ele conseguiu derrubar o sultão Faraj e acabou assumindo o poder do Egito. Hoje, a Mesquita Mu'ayyad ainda é uma das mais belas mesquitas na cidade, um tributo à reputação de Sultan Mu'ayad como um grande patrono da arquitetura no Cairo.

 

Saiba mais informações, fazendo uma visita para lá com Memphis Tours ! 

Museu de Arte Islâmica

O que você vai encontrar?
O Museu possui uma coleção excepcional de artefatos em madeira e gesso, bem como objetos em metal, cerâmica, vidro, cristal e têxtil  que remetem aos períodos da civilização islâmica e à todo mundo islâmico. O museu atualmente exibe 4.400 artefatos e cerca de 100.000 relíquias. 

 

Por que visitar?
O Museu de Arte Islâmica é uma das joias culturais da capital egípcia sendo considerado um dos maiores do mundo. O museu não é tão visitado pelos turistas se comparado com o Museu Egípcio, mas a vista à este lugar vale mesmo a pena.

 

Onde fica?
O Museu fica localizado no Cairo - Shar'a Bur Bab El Khalk Square. Pode chegar ao local através de carro ou van de turismo. 
 

 

Saiba mais sobre a cultura Egípcia e a arte Islâmica, visitando para este museu connosco. Confira já !

A histórica mesquita
A Mesquita de Ibn Tulun é uma das mais antigas da cidade, a sua estrutura ainda é a original, ela foi construída no século IX (1356 e 1363) por ordem do governador Ahmad Ibn Tulun. A mesquita é uma referência do Oriente e uma das mais importantes no momento. 
 
 

Museu de Gayer Anderson
O museu é composto por duas casas construídas usando a parede exterior da mesquita de Ibn Tulun como apoio. A casa maior, localizada a à leste, foi construída em 1632 por Hajj Mohammad ibn al- Hajj Salem ibn al- Galman Gazzar . 
A construção de casas particulares contra a parede exterior de uma mesquita era prática comum, com acesso a ambas as casas e mesquita via ruas estreitas. Foi relatado que, no início do século 20 , a mesquita de Ibn Tulun não podia ser vista do lado de fora, devido às casas. Em 1928, o governo egípcio começou a derrubar as casas, muitas das quais estavam em muito mau estado, como parte de um plano para fazer os monumentos islâmicos mais acessíveis. A Comissão para a Conservação dos Monumentos Árabes Unidos opuseram-se à demolição de Beit al- Kritliyya, com o fundamento de que as casas estavam extraordinariamente bem preservadas. As casas foram mantidas intactas, e reparos foram feitos nas paredes laterais para fortalecê-los após as casas vizinhas serem derrubadas. 

 

Museu de Gayer Anderson
Em 1935 foi concedida a casa que havia sido restaurada ao major Gayer Anderson, colecionador aposentado. Ele supervisionou a instalação de energia elétrica e encanamento, e a restauração das fontes, calçadas, e outras partes do interior da casa. Cedeu ao local sua coleção pessoal de arte, móveis e tapetes. Em 1942, Gayer Anderson foi forçado, por problemas de saúde, a deixar o Egito, e ele doou o conteúdo da casa para o governo egípcio. Rei Farouk deu-lhe o título de Pasha em troca. Gayer Anderson morreu na Inglaterra em 1945, e está sepultado em Lavenham, Suffolk. 

 

Lendas
Uma série de lendas são associados com a Beit al- Kritliyya, que foram coletadas por Gayer Anderson e publicadas como Lendas da Casa da Mulher de Creta. 
Entre as lendas estão: 
- A casa foi construída sobre os restos de uma antiga montanha chamada: montanha Gebel Yashkur, a "Colina de Ação de Graças. " Acredita-se que este é o lugar onde a Arca de Noé parou depois do dilúvio descrito tanto na Bíblia e Alcorão, e que no último dia da enchente foi drenada através de um poço no pátio da casa; 
- Moisés falou com Deus neste lugar; 
- A casa é protegida por um sheikh, Haroun al- Husseini , que está enterrado sob um dos cantos da casa. Dizem que ele cegou três homens que tentaram roubar a casa e que estes ficaram perdidos dentro da casa por três dias e noites, até que foram finalmente capturados;
- Dizem que  a casa possui qualidades milagrosas - por exemplo, um amante olhando para a água iria ver o rosto de sua amada em vez do seu.

 

Como chegar?
O museu está localizado ao lado da Mesquita de Ibn Tulun, na rua Abd al- Magid al- Labban (Al-Salbiyya) em Sayyida Zeinab, Cairo. O acesso é mais fácil com carro ou táxi. A estação mais próxima do metrô é a estação de Sayyida Zeinab, cerca de 1km de distância. para o oeste.

 

Conheça mais connosco a través de escolher o pacote ou o passeio curto que você quiser ! 

Cidadela de Salah Al Deen

Sobre
Salah Al-Deen ( conhecido como Saladino para historiadores europeus ) em 1176 dC começou a construção de um muro que cerca tanto Al- Qahira (hoje islâmica) e Fustat (Cairo Antigo). A Cidadela tornou-se o ponto central das grandes fortificações, protegendo a cidade nas alturas das colinas rochosas onde era possível visualizar tudo o que ocorria. A Cidadela de Saladino serviu como sede do governo no Egito por 700 anos, até que se mudou para o Palácio do Governador Ismail Abdin no recém-construído centro do Cairo na década de 1870.

 

O que você vai encontrar?
A Cidadela contém 3 mesquitas, o Museu Nacional Militar, o Museu da Polícia , e vários outros museus dedicados ao palácio de Muhammad Ali. É também na cidadela que você pode apreciar uma das paisagens mais incríveis do cairo. 

 

Dicas Valiosas
Calçados confortáveis para facilitar a caminhada, água e câmera pra registrar os momentos na incrível cidadela. 

 

Como chegar?
Para chegar ao local, você pode ir de táxi, ônibus ou van de turismo. O ingresso pode ser adquirido na bilheteria na entrada do local.
 

 

A fim de conhecer mais sobre este ponto turístico mais famoso, veja os pacotes sugeridos para lá !

O famoso mercado
Khan Al-Khalili é um lugar dos mais exóticos e que caracteriza de forma completa o Egito de ontem e de hoje. Neste mercado árabe, em meio à vozes, animais domésticos e barracas de alimentos de todo gênero, num ir e vir de pessoas de todas as partes do mundo, observa-se artistas dos mais variados gêneros oferecendo os seus trabalhos manuais. O Khan Al-Khalili tem um cheiro todo próprio e inesquecível de especiarias, é multicolorido e fornece os mais variados produtos desde souvenirs até ouro e prata.

 

O que não perder?
Além das compras habituais que todo turista ama fazer na Khan Al-Khalili, há dois lugares especiais que merecem uma parada: o tradicional café El-Fishawy e o restaurante café Naguib Mahfouz.

 

Dicas Valiosas
A cultura da barganha é comum no mercado, sempre negocie os preços daquilo que você quer comprar. Se o passeio for feito durante o verão, e melhor hora é depois das 16h quando o clima fica mais ameno.

 

Como chegar?
Para chegar à Khan Al-Khalili, você pode ir de táxi, ônibus ou van de turismo.

 

  • Você pode reservar agora um pacote connosco para viajar para lá, a fim de desfrutar deste lugar exótico comprando presentes únicos deste famoso mercado. Estamos te esperando ! 

Sua construção
A construção da mesquita ocorreu de 1356 à 1361, o local possui 4 madrassas (escolas), um mausoléu e uma mesquita.
 

Por que visitar?
A Mesquita do Sultan Hassan é uma das maiores mesquitas do mundo, sendo famosa tanto pelo seu tamanho quanto pelo seu estilo, é um exemplo arquitetônico de sua época. O interior é lindamente decorado e os efeitos de seu enorme pátio central e a sua verticalidade imponente é impressionante.
 

Onde fica?
A mesquita fica localizada próxima à Cidadela de Saladino, na região de Al Qalá.
 
 

Veja os pacotes sugeridos e conheça o melhor do Egito ! 

Al-Muizz Al-Deen Allah Street

Como foi construída?
Quando os fatímidas assumiram o controle do Egito em 969 dC, o califa Al- Muizz iniciou um grande projeto de construção, reparação de estradas, restauração do sistema de canais para agricultura no vale do Nilo, e na construção de uma nova capital , Al- Qahira (Cairo) . A Rua Al- Muizz Al- Deen Allah, foi construída como a rua principal que atravessa  a grande cidade dos fatímidas. 

 

Um lugar histórico
Grande parte da capital fatímida foi destruída quando os califados sunitas recuperaram o controle da cidade, mas a Rua Al-Muizz reteve sua importância. Muitos dos palácios , mesquitas e monumentos das dinastias  aiúbida, mameluca e otomana que controlavam o Egito posteriormente continuaram a ser construídos ao longo desta rua.

 

O que você vai encontrar?
A Rua Al-Muizz  ainda apresenta a maior densidade de monumentos islâmicos, desde Bab Al-Futuh no norte à Bab Zuweila no sul, Al-Muizz é um dos lugares mais importantes da história islâmica do Egito. Além dos impressionantes monumentos espalhados ao longo de seu comprimento, também abriga um bairro movimentado , que abriga milhares de artesãos que fazem produtos para serem vendidos na Khan Al-Khalili. 
 

Por que visitar?
Um passeio por esta rua, terminando com um passeio pelo labirinto de lojas na Khan Al-Khalili, é uma parte essencial de qualquer visita ao Cairo. A Rua Al-Muizz facilita o  entendimento da história do Cairo islâmico, é um passeio que realmente faz toda a diferença.

 

Você só precisa dar uma boa olhada nos pacotes sugeridos para desfrutar connosco duma viagem perfeita para lá !

Por que visitar?
Lá você vai encontrar tapetes coloridos e tapeçarias, almofadas acolchoadas e tapeçarias de parede , mas o mercado tem o seu nome a partir dos fabricantes de tendas . Feito de telas coloridas decoradas com desenhos islâmicos tradicionais que lembram as incrustações de mármore que decoram as mais belas mesquitas , as barracas são usadas por Cairenes em todos os tipos de festa ao ar livre:  eventos de casamento , funerais, aberturas de lojas , ou celebrações do feriado .
 

Onde fica?
Ao sul do Cairo, ao fim da rua Bab Zuweila nas mediações da rua Al-Muizz Al-Deen Allah, no Cairo Antigo.
 

Vantagens
Além de ser o único mercado tradicional coberto ainda em uso no Cairo, os produtos de artesanato produzidos ali são muito mais acessíveis e de boa qualidade . Você pode encontrar todos os tipos de peças têxteis em preços mais razoáveis do que os preços que serão vendidos no mercado Khan Al –Khalili.
 

Confira os outros Wikis sobre Egito e veja os pacotes sugeridos para lá !

Onde fica?
A Mesquita de Al Aqmar fica localizada na rua  Al- Muizz Al- Deen Allah, é um dos edifícios mais antigos do Cairo Islâmico.

 

Características
Mesquita Al Aqmar “Mesquita do luar”, tem várias características arquitectónicas únicas. Foi a primeira mesquita no Cairo a usar uma fachada quadrada de frente para a rua, enquanto o resto do prédio fica em um ângulo, alinhado com a qibla (direção de qaba – direção para oração). A fachada em si é bastante singular, decorada com três capuzes caneladas em todo o portal e ambos os lados, bem como belas inscrições. Muitas das características desta mesquita, mais tarde. tornou-se comum na arquitetura das mesquitas Cairenses.

 

Você Sabia?
Originalmente, a mesquita de Al-Aqmar não estava no nível da rua como é hoje, mas muito acima da rua, acima de uma fileira de lojas. O aumento do nível do solo enterrou estas lojas.

 

 

Você vai saber muito mais se viajar para o Egito. Então, veja os nossos pacotes e escolha o que quiser! 

Onde fica?
O complexo foi construído no coração do Cairo Islâmico em um lugar conhecido como Bayn Al-Qasreen.  O Complexto inclui a Madrassa do Sultan Barouq, o Mausoléu e a Madrassa de Al- Nasir Muhammed, mas destes, apenas duas escolas religiosas do Sultão Barouq estão abertas  aos turistas. O Complexo Qala'un , que data de 1285, é o mais antigo e mais impressionante dessas estruturas , construído para lembrar os governantes mamelucos do Cairo.
 

Você Sabia?
O mausoléu foi restaurado como parte do projeto para reviver toda a Al- Muizz Street e agora se destaca como um dos mais belos monumentos do Cairo, ele é considerado como um dos mais belos edifícios em todo o mundo muçulmano , um mausoléu para competir com o famoso Taj Mahal da Índia.
 

Curiosidades
O Memorial da Qala'un incluiu um grande hospital, uma mesquita de estilo madrassa ( distinguido pelos espaços de ensino para cada uma das escolas influentes do pensamento islâmico) e, finalmente, seu mausoléu . O hospital era  considerado uma obra prima da arte mameluca. O hospital oferecia 2.000 camas e muitas comodidades para os pacientes.

 

Descobra mais informações sobre Egito com Memphis Tours ! 

Onde fica?
Construído no início do século 16 pelo sultão Qansuh Al-Ghuri, o complexo fica ao sul de Al -Azhar no início da Rua Al- Muizz no trecho sul, que leva ao Bab Zuweila.

 

Como era o complexo?
No lado leste da rua é o mausoléu que Al- Ghuri construiu para si mesmo,  no lado oeste é uma mesquita estilo madrassa que possui um dos mais altos minaretes no Cairo. O complexo foi construído como um espaço único multi- uso. Ele inclui a mesquita, o mausoléu, uma fonte que fornecia água gratuita para o povo, espaço administrativo, um mercado coberto, entre outras coisas. Esses prédios remetem a um período grandioso da história do Cairo , quando a grandeza arquitetônica da cidade rivalizava com as grandes capitais da Europa. 

 

O que você vai encontrar?
Algumas partes do edifício original foram demolidas, mas o Wikila Al-Ghuri ainda permanece à leste para além de vários edifícios modernos. Agora restaurado para oferecer um local de desempenho,habitação e espaço para exposições de artistas, este edifício era originalmente uma das centenas de mercados cobertos do Cairo. Hoje você pode ver dervixes rodopiantes executar sua dança meditativa, a Tannoura.

 

Confira as informações sobre as atrações do Egito !

Perguntas Frequentes
É seguro visitar o Egito?
Os turistas visitam o Egito há séculos e os egípcios conquistaram uma reputação de calor e bondade para com os visitantes. Cidades egípcias são geralmente muito seguras, especialmente na área onde os turistas frequentam. O Egito geralmente tem uma taxa de criminalidade muito baixa. Os viajantes estarão seguros no Egito se tomarem precauções sensatas que se aplicariam a qualquer destino turístico ao redor do mundo.
Como se vestir no Egito?
Existem muitas áreas turísticas no Egito, onde preocupações especiais não são necessárias; no entanto, em lugares menos turísticos, recomenda-se roupas relativamente modestas. As mulheres devem evitar roupas muito justas, manter os ombros e joelhos cobertos e evitar decotes muito reveladores. Os homens também devem evitar roupas particularmente reveladoras, pois todos os egípcios geralmente se vestem mais modestamente do que em muitas partes da Europa e da América. Por exemplo, usar shorts não é muito comum entre os egípcios. Vestir-se com relativa modéstia é uma forma de respeitar a cultura local.
Como posso obter meu visto para visitar o Egito?
Os visitantes do Egito devem ter um passaporte válido por pelo menos seis meses após a sua chegada e todos os cidadãos estrangeiros devem obter um visto para entrar no Egito. Você pode solicitar um visto de turista em qualquer embaixada ou consulado egípcio em todo o mundo. Brasileiros podem solicitar o visto junto à Embaixada do Egito do Brasil, ou pode comprar na chegada ao Aeroporto Internacional do Cairo.
O visto do Sinai também é válido para outros destinos no Egito?
O visto para o Sinai permite que os turistas viajem para qualquer lugar da Península do Sinai; no entanto, se quiserem visitar outra parte do Egito, como Cairo, Hurghada, Luxor ou Aswan, precisarão obter um novo visto, como já mencionamos nas questões anteriores.
Posso estender o período do meu visto de turista?
É possível estender um visto de turista, mas isso requer a obtenção de uma extensão que pode ser adquirida no edifício Mogamma na Praça Tahrir no Cairo ou outros escritórios governamentais em outras cidades. Há um período de carência de duas semanas após a expiração do seu visto, durante o qual você pode adquirir uma extensão sem estar sujeito a uma multa.
Posso combinar minha visita ao Egito com outro país?
Turistas que visitam o Egito, por vezes, visitam outros países do Oriente Médio ou Norte da África na mesma viagem. A Memphis Tours oferece serviços de turismo na Jordânia, Marrocos, Turquia, Grécia, Índia e Dubai, que você pode pesquisar em nosso site.
Existem voos diretos do Brasil para o Egito?
Não, infelizmente não há voos diretos. Os viajantes geralmente pegam voos que fazem escala na Europa (geralmente Itália, Espanha ou Turquia) ou no norte da África (geralmente Marrocos), e também há opção de fazer escala em Dubai.
Em qual terminal chegarei no Egito?
O seu terminal de chegada depende da companhia aérea que você está usando. As companhias aéreas da Europa Ocidental e da América usam principalmente o terminal número 3, que também é chamado de Novo Terminal no Egito. Por outro lado, as companhias aéreas árabes, africanas, do leste europeu ou EgyptAir geralmente aterram no terminal número 1.
Posso levar cigarros e bebidas alcoólicas comigo quando estiver visitando o Egito?
É sempre recomendado que os viajantes comprem seu suprimento de álcool e cigarros no momento da chegada. Há lojas duty free nos aeroportos do Cairo, Luxor, Hurghada, El Gouna e Sharm El Sheikh. Os turistas podem comprar até 3 litros de álcool e até 200 cigarros na chegada. Caso contrário pode comprar em outros locais no Cairo e alguns hotéis. Se o viajante está trazendo subsídio para cigarros ou álcool de outro país, o limite é 1 litro de álcool e 200 cigarros
Os egípcios falam outros idiomas além do árabe?
Inglês é estudado na escola em todo o Egito. É por isso que a maioria dos egípcios, que moram nas cidades, fala ou entende pelo menos algumas palavras ou frases em inglês. Há egípcios que falam francês, italiano, espanhol e alemão; no entanto, os profissionais que trabalham no setor de turismo estão acostumados a visitantes que não sabem falar árabe e falam inglês e outros idiomas o suficiente para atender às necessidades da maioria dos viajantes.
Preciso aprender árabe para aproveitar minha visita ao Egito?
Muitos viajantes aproveitam sua estadia no Egito sem aprender uma única palavra em árabe; no entanto, é sempre bom aprender algumas palavras em árabe para expressar saudações ou agradecimentos. Se você está planejando visitar alguns lugares que não sejam destinos turísticos populares, é aconselhável aprender algumas frases em árabe. Geralmente, os egípcios são amigáveis e estão felizes em ajudar qualquer pessoa, especialmente estrangeiros e turistas, mesmo que haja uma barreira linguística.
Qual o horário de funcionamento dos monumentos no Egito?
A maioria dos monumentos, locais históricos e museus no Egito abrem das 9h às 17h. Locais históricos ao ar livre, como as Pirâmides de Gizé, por exemplo, ficam abertos das 8h até o pôr do sol. Alguns museus têm horário de funcionamento matinal, das 9h às 16h, e horário de funcionamento noturno, das 17h às 21h ou 22h. Durante o Ramadã, o mês sagrado do calendário islâmico, esteja ciente de que os horários podem mudar significativamente.
Qual o horário de funcionamento das lojas no Egito?
A maioria das lojas no Egito abre por volta das 10h e fica aberta até as 22h; no entanto, muitas lojas, cafés e restaurantes, especialmente nas principais cidades como Cairo, Hurghada, Sharm El Sheikh, Luxor e Alexandria ficam abertas muito mais tarde e algumas instalações e lojas estão abertas 24 horas por dia em áreas turísticas como Khan El Khalili e dentro os hotéis. Durante o Ramadã, o mês sagrado do calendário islâmico, o horário de funcionamento pode mudar significativamente com as lojas fechadas durante o dia, ficando abertas à noite.
É permitido aos não-muçulmanos entrar em mesquitas históricas no Egito?
Não-muçulmanos são bem-vindos para visitar mesquitas no Egito, no entanto, é sempre aconselhável pedir permissão antes de entrar em mesquitas nos arredores de Cairo e Alexandria, onde as pessoas estão menos acostumadas com os turistas. Restringe-se a visita às mesquitas onde os parentes do profeta Maomé foram enterrados como a Mesquita de El Hussein e a Mesquita de Sayeda Zeinab e em qualquer mesquita nos horários das 5 orações diárias ou na sexta-feira.
Existe algum código de vestimenta especial a ser seguido ao visitar uma mesquita no Egito?
Não há roupas especiais para serem colocadas ao visitar mesquitas no Egito; entretanto, roupas modestas seriam altamente recomendadas e, em algumas mesquitas, as mulheres seriam solicitadas a cobrir seus cabelos e talvez seus braços e pernas. Homens e mulheres serão convidados a retirar os sapatos antes de entrar em uma mesquita.
Os turistas são autorizados a entrar nos monumentos cristãos no Egito?
No Egito, as igrejas são tratadas da mesma forma que as mesquitas. A maioria das igrejas e mosteiros recebe turistas e estrangeiros, exceto durante a Quaresma. Vestimenta modesta também é aconselhável ao visitar monumentos cristãos no Egito.
Posso tirar fotos durante minha visita ao Egito?
A fotografia é permitida na maioria dos locais históricos e museus no Egito, mas alguns deles tem custos adicionais para levar uma câmera fotográfica. No entanto, em alguns museus, como o Museu Egípcio de Antiguidades e alguns locais históricos, como o Vale dos Reis em Luxor, a fotografia é proibida e os visitantes são convidados a deixar suas câmeras na recepção antes de entrar. Em relação aos locais, os egípcios são bem conhecidos em todo o mundo por sua tolerância e hospitalidade; no entanto, é sempre educado pedir permissão antes de tirar foto de alguém, especialmente mulheres, lojas ou produtos. A fotografia não é permitida em torno das bases do exército, aeroportos, represas, pontes e no metrô. Na maioria dos lugares onde a fotografia é proibida, haverá sinais para notificá-lo.
Qual é o horário de check-in e check-out nos hotéis no Egito?
O mesmo que muitos hotéis em todo o mundo, o horário de check-in na maioria dos hotéis no Egito é em torno do meio-dia, e o check-out entre 11h ou 12h.
Quais os tipos de hotéis que existem no Egito?
As acomodações para os viajantes no Egito podem ser encontradas facilmente - desde o luxo de classe mundial até acomodações simples de albergue. Os hotéis mais bonitos se comparam bem a hotéis de luxo em qualquer lugar, como Movenpick, Hilton, Four Seasons e Sofitel. Numa categoria abaixo deles, você vai encontrar vários hotéis locais. Os hotéis egípcios tem seu próprio sistema de classificação que os classifica livremente em uma escala de 5 estrelas; no entanto, essa escala é diferente dos padrões internacionais usados ​​em outros lugares.
Quais cuidados preciso ter em relação à saúde?
De modo geral, os turistas enfrentam poucos problemas de saúde no Egito, mas ocasionalmente os viajantes experimentam algum distúrbio gástrico resultante da ingestão de água corrente ou de um restaurante local não recomendado por seus guias turísticos ou pela recepcionista do hotel. Alguns viajantes podem sofrer queimaduras solares ou insolação do calor e do sol durante o verão se não forem cuidadosos; no entanto, tomar as devidas precauções e beber água engarrafada pode eliminar qualquer risco para a saúde.
Preciso tomar vacinas para visitar o Egito?
Não há vacinas obrigatórias que devem ser tomadas antes de serem concedidas com o visto do Egito. No entanto, seria recomendável que as pessoas mais velhas e as crianças pequenas tomassem vacinas contra a hepatite C, febre tifóide e uma dose oral de tétano.
Qual é a moeda oficial no Egito? Onde posso trocar meu dinheiro?
moeda oficial do Egito é a libra egípcia, ou "Geneh" em árabe, é comumente abreviada como LE. Uma libra egípcia é 100 piastras, ou "irsh" em árabe. Há notas de 1, 5, 10, 20, 50, 100 e 200 LE e há moedas de 25 piastras, 50 piastras e 1 libra. Às vezes, pode ser difícil encontrar troco, por isso é sempre aconselhável ter em mãos alguns trocados para os táxis e gorjetas. Viajantes brasileiros devem entrar no país com dólar ou euro e podem trocar pela moeda local em bancos e agências de câmbio, que são facilmente encontradas no Aeroporto ou nos centros das principais cidades. Além disso, muitas lojas turísticas, restaurantes e bares realmente aceitam dólares ou euros com base em taxas relativamente próximas das oficiais. Certifique-se de que você sabe a taxa de câmbio atual de dólares ou euros para libras egípcias antes de efetuar pagamento em moeda estrangeira. Mas é recomendável que você faça a troca pela moeda local para facilitar na hora das compras.
Posso usar cartões de crédito no Egito?
Os cartões de crédito internacionais são amplamente utilizados no Egito em hotéis, muitas lojas, restaurantes e cafés. A maioria das lojas em mercados como Khan El Khalili e o mercado turístico de Luxor aceitam cartões de crédito. Os tipos mais comuns de cartões de crédito usados ​​no Egito são Visa, MasterCard e American Express.
Gorjeta é obrigatória? Quanto devo pagar?
Devido aos baixos salários de muitos profissionais no Egito, muitas pessoas dependem de gorjetas, ou baksheesh, como é chamado no Egito, como uma parte importante de sua renda. Portanto, a gorjeta é considerada habitual no Egito. O valor pago depende da situação. Em um restaurante, é bom dar entre 5 à 10% de gorjeta diretamente ao garçom, mesmo quando houver serviço adicionado à conta. O imposto de serviço não vai para o garçom. Por um pequeno favor, como carregar bagagem ou estacionar um carro, algumas libras egípcias seriam apropriadas. Não mais do que cinco. Muitas vezes, no Egito, você encontrará alguém cuidando do banheiro para mantê-lo limpo. Dar-lhes uma libra egípcia é uma quantia apropriada. Dar gorjeta para o seu guia turístico e motorista do veículo é completamente opcional. Sinta-se à vontade para pagar se sua experiência valeu a pena, o valor quem dita é você.
Posso viajar para o Egito durante o Ramadã?
Sim, claro que pode. O turismo não para nesta época, os passeios e atividades acontecem normalmente.
Como funciona a viagem de trem no Egito?
Os trens no Egito geralmente são classificados em duas categorias; os trens que incluem os vagões de luxo e trens locais que param em cada aldeia ou cidade a cada 15 a 20 minutos. Os trens locais estão lotados e não oferecem muito conforto. Os trens de primeira categoria geralmente oferecem carros de primeira e segunda classe. Ambos oferecem boas opções para os viajantes, mas por um custo extra modesto, os carros de primeira classe oferecem assentos maiores e mais confortáveis. Há 15 trens do Cairo para Alexandria todos os dias e cinco do Cairo para Luxor e Aswan, que também param nas principais cidades do Vale do Nilo durante o trajeto. Há também dois trens noturnos durante do Cairo para Luxor e Aswan, que irá fornecer-lhe uma cabine privada, jantar e café da manhã. A demanda por trens no Egito pode ser muito alta. Recomenda-se que você reserve suas passagens com vários dias de antecedência.

Dicas
  • A moeda do Egito é a libra egípcia. 1 USD equivale a 0.056 LE, os cartões de crédito são amplamente utilizados no Egito.
  • A taxa de serviço inclusa na sua conta de restaurante vai diretamente para a empresa, não para o garçom. Se você quiser dar gorjetas ao garçom, dê diretamente à ele.
  • O metrô é uma das melhores maneiras de ir de um lugar para outro no Cairo.
  • Experimente “Fool”, o feijão egípcio e “Koshary”, um tradicional prato de massa egípcia.
  • Não deixe de provar Kebab e Kofta, o prato de carne tradicional do Egito.
Destaques
  • Visite as Pirâmides de Gizé, a Esfinge e o Templo do Vale que pertence ao faraó Quéfren.
  • Conheça o Monastério de Saint Catherine no Sinai.
  • Visite os Templos de Philae e Abu Simbel em Aswan.
  • Faça compras no mercado turístico Khan el Khalili no Cairo.
  • Navegue num Cruzeiro no Nilo de Luxor a Aswan ou vice versa.
  • Faça mergulho nas cidades do Sinai banhadas pelo Mar Vermelho.
  • Descubra a magia dos oásis egípcios como Siwa e Bahariya.
  • Admire as maravilhas da história antiga no Museu Egípcio.
  • Veja o Templo de Luxor, o Templo de Hatshepsut, o Vale dos Reis e o Templo de Karnak em Luxor.
  • Explore o Cairo Islâmico a pé.
Entre Em Contato