Aswan e suas atrações

Conheça tudo sobre Aswan, a cidade linda que tem muitos pontos de interesse turístico, além da sua beleza da natureza. Não perca esta oportunidade de descobrir este destino tão legal e Confira já as informações ! 

Aswan
Onde fica?

Aswan fica localizada na fronteira Sul do Egito, fazendo fronteira com o Sudão.

 

O que fazer?
Há várias opções de passeios e visitações em Aswan como a Ilha Elephantina, Templo de Philae, Obelisco Inacabado, Nilómetro, Vila Núbia, Museu Núbio, Lago Nasser, Represa de Aswan, Monastério de São Simeon, Templos de Abu Simbel e Jardim Botânico
 

Como funciona o Cruzeiro no Nilo?
O Cruzeiro sai da cidade de Luxor e vai até Aswan (ou o contrário), parando para fazer visitações e passeios durante o trajeto, o cruzeiro dura em torno de 5 dias, e tem diversas atividades de lazer a bordo. Em Aswan é especial devido à atmosfera da cidade e à sua paisagem encantadora.
 

O que é imperdível?
Além das atrações turísticas, quem visita Aswan não pode perder o maravilhoso passeio de felucca pelo rio Nilo e deixar-se levar pela calmaria e beleza daquele lugar.
 

Como se deslocar em Aswan?
Para fazer os passeios, você pode deslocar-se com van ou ônibus privado, barcos (para alguns passeios é necessário) e charrete.
 

 

Conheça mais sobre Aswan através de fazer uma visita inesquecível para lá connosco. Só veja os pacotes sugeridos ! 

Templo de Kom Ombo 
O que você vai encontrar?

Kom Ombo possui um dos mais interessantes templos do Egito devido a reverência aos deuses Sobek (lado direito - sul) e Hórus (lado esquerdo - norte). Lá você vai encontrar paredes com diversas gravações, colunas, ruínas, o nilômetro (que serve para medir o nível da água do Nilo) e nas mediações do templo você pode conhecer também o museu do crocodilo, onde  é possível inclusiver ver algumas múmias de crocodilo.
 

Onde fica?
O Templo de Kom Ombo fica a 60km da cidade de Edfu e à 50km de Aswan. A visita ao templo é realizada durante o Cruzeiro no Nilo, mas é possível chegar ao templo pela estrada através de carro ou van.
 

O que significa Kom Ombo?
"Kom" vem do árabe e significa "escombro", remetendo provavelmente ao estado do templo antes da reforma, já a palavra "Ombo" deriva da palavra "Nwbt" que significa "ouro", referindo-se à cidade que estava localizada na rota do ouro que seguia da Núbia para o norte do Nilo.

 

Dessfrute de viajar para lá connosco, só veja os pacotes sugeridos !

O Obelisco Inacabado
Por que inacabado?

O maior obelisco foi descoberto nas pedreiras de Aswan, durante a sua construção apareceu uma grande fenda em sua estrutura, fazendo com que os trabalhadores parassem a sua construção. Três lados do obelisco já estavam prontos, e o último lado ainda estava ligado à rocha. Se o obelisco tivesse sido concluído, ele teria 42m de altura e 1200 toneladas.
 

Valor histórico
O obelisco inacabado possibilitou aos engenheiros, pesquisadores e arqueólogos compreender o mecanismo de construção da época, uma vez que o monumento ainda possui marcas das ferramentas utilizadas pelos trabalhadores.
 

Dicas Valiosas
Use calçados confortáveis, leve água, se for verão não esqueça protetor solar e chapéu.

 

Não deixe de conhecer mais sobre os monumentos do Egito aqui e veja os pacotes sugeridos !

Templo de Philae 
O que é o Templo de Philae?

Philae era uma das ilhas localizadas no rio Nilo, com a construção da barragem de Aswan os templos ficaram submersos, sendo possível a visitação somente com barco. Até meados dos anos 80 muitos dos monumentos de Philae foram transferidos para a ilha de Agilika. O Templo de Philae, conhecido como Templo de Ísis era um ponto para adoração da deusa.
 

Como chegar?
Para vistar a ilha é necessário ir de barco. Os barcos deixam os turistas no extremo sul da ilha de Agilika.
 

Dicas
Não perca a chance de guardar na memória esse passeio fantástico, leve consigo câmera ou celular para registrar o trajeto até a ilha e também todos os monumentos do Templo de Philae.

 

Não perca a oportunidade e visita para o Templo de Philae connosco !

 

Qual o impacto da barragem na vida dos egípcios?
A barragem de Aswan está localizada em frente do Rio Nilo em Aswan, no Egito. O objetivo da sua construção foi aumentar a produção econômica através do controle das cheias do Nilo, proporcionando o armazenamento de água para a agricultura e mais tarde para gerar energia hidrelétrica. A barragem tem influenciado diretamente na economia e cultura do Egito.
 

Como chegar?
Você pode chegar a cidade de Aswan através de trem, ônibus, avião ou cruzeiro pelo Nilo. Uma vez em Aswan, pode se deslocar através de carro ou van até a barragem.
 

Dicas Valiosas
Use calçados confortáveis, leve água, se for verão não esqueça protetor solar e claro não deixe de registrar esse passeio maravilhoso, leve com você câmera ou celular, afinal não é todo dia que se visita um lugar super interessante como este.

 

Confira as informações sobre os pontos turísticos do tudo Egito !


 
 

Abu Simbel

Os templos de Abu Simbel compõem um dos lugares mais especiais do Egito. Faraó Ramsés II teve uma série de monumentos encomendados no século 13 aC, no extremo sul do seu reino. Ele queria marcar a fronteira de sua terra e inspirar e intimidar os estrangeiros que chegassem ao Egito. A maioria das pessoas diria que ele foi bem sucedido em suas tentativas.

 

Estrutura

Os dois templos esculpidos na encosta estão decorados com hieróglifos que comemoram a grande vitória de Ramsés II na Batalha de Cades. Uma estátua de Ramsés II sentada com 65 pés de altura o recebe na entrada do templo enquanto dentro do monumento uma outra estátua de Ramsés com mais de 3m de altura vigia tudo. Uma vez entrando no grande templo, há uma série de salas, dedicadas ao próprio Ramsés e aos membros importantes de sua família - Ramsés II foi definitivamente o homem mais humilde da história. A sala final, o sanctum sanctorum, permanece na escuridão todos os dias menos dois dias do ano. Isso não foi feito por acaso, levou todo o conhecimento dos antigos egípcios de ciência, matemática, arquitetura e astronomia para conseguir isso.

 

Os dois dias fenomenais

Os arquitetos antigos posicionaram o templo para que a luz do sol chegasse à sala mais sagrada em 22 de fevereiro, o aniversário de sua ascensão ao trono e, no dia do seu aniversário, 22 de outubro. Nessas duas datas, o sol nasce e ilumina o corredor do templo, e três das quatro estátuas no santuário. As três primeiras estátuas são do faraó Ramsés II, Ra - o deus do sol e Amon - o rei dos deuses. Ramsés incluiu-se com os deuses porque, como faraó, ele se considerava um deus. A quarta estátua permanece na escuridão porque representa Ptah, o deus das trevas. Esta estátua nunca viu a luz solar em mais de 3.200 anos!

A quantidade de planejamento e esforço que deve ter sido usada para fazer esse simbolismo funcionar é o que torna esse templo verdadeiramente impressionante. Um pequeno erro e nosso deus das trevas se ilumina, ou um erro de cálculo e o sol não alcança todo o caminho de volta. Os antigos egípcios eram verdadeiros gênios arquitetônicos!

 

O Festival do Sol

Duas vezes por ano, nos reunimos para celebrar os antigos egípcios e tudo o que eles realizaram. O apropriadamente chamado Sun Festival (Festival do Sol) acontece todos nos dias 22 de fevereiro e 22 de outubro, quando o sol atinge a sala mais íntima do templo. Milhares de pessoas celebram essa junção perfeita da inteligência humana e fenômenos naturais.

Cedo pela manhã grandes multidões se reúnem para esperar o nascer do sol. Muitas pessoas aproveitam esta oportunidade para meditar e encontrar uma sensação de paz antes do início do festival. Contemple a vastidão do antigo mundo egípcio, a inovação e inteligência que criaram este belo espaço. Ao nascer do sol, a calma se transforma em emoção quando as pessoas se juntam para dar uma boa olhada na maravilhosa vista das três estátuas banhadas pela luz do sol. Quando o sol se eleva demais e as estátuas voltam à sombra, todos comem, bebem, dançam e celebram. O dia está cheio de diversão e emoção. Você verá cantores e dançarinos tradicionais mostrando suas habilidades. Há artesãos de todos os tipos compartilhando seu ofício. Há também muitas oportunidades para experimentar a deliciosa comida egípcia local. Conheça alguns locais amigáveis e conheça também a cultura egípcia de hoje.

Isso é mais do que apenas uma experiência solar legal, é um festival que celebra a cultura, a história e a ciência! Confira e reserve já o seu lugar no Festival do Sol Abu Simbel.


 

 

Perguntas Frequentes
É seguro visitar o Egito?
Os turistas visitam o Egito há séculos e os egípcios conquistaram uma reputação de calor e bondade para com os visitantes. Cidades egípcias são geralmente muito seguras, especialmente na área onde os turistas frequentam. O Egito geralmente tem uma taxa de criminalidade muito baixa. Os viajantes estarão seguros no Egito se tomarem precauções sensatas que se aplicariam a qualquer destino turístico ao redor do mundo.
Como se vestir no Egito?
Existem muitas áreas turísticas no Egito, onde preocupações especiais não são necessárias; no entanto, em lugares menos turísticos, recomenda-se roupas relativamente modestas. As mulheres devem evitar roupas muito justas, manter os ombros e joelhos cobertos e evitar decotes muito reveladores. Os homens também devem evitar roupas particularmente reveladoras, pois todos os egípcios geralmente se vestem mais modestamente do que em muitas partes da Europa e da América. Por exemplo, usar shorts não é muito comum entre os egípcios. Vestir-se com relativa modéstia é uma forma de respeitar a cultura local.
Como posso obter meu visto para visitar o Egito?
Os visitantes do Egito devem ter um passaporte válido por pelo menos seis meses após a sua chegada e todos os cidadãos estrangeiros devem obter um visto para entrar no Egito. Você pode solicitar um visto de turista em qualquer embaixada ou consulado egípcio em todo o mundo. Brasileiros podem solicitar o visto junto à Embaixada do Egito do Brasil, ou pode comprar na chegada ao Aeroporto Internacional do Cairo.
O visto do Sinai também é válido para outros destinos no Egito?
O visto para o Sinai permite que os turistas viajem para qualquer lugar da Península do Sinai; no entanto, se quiserem visitar outra parte do Egito, como Cairo, Hurghada, Luxor ou Aswan, precisarão obter um novo visto, como já mencionamos nas questões anteriores.
Posso estender o período do meu visto de turista?
É possível estender um visto de turista, mas isso requer a obtenção de uma extensão que pode ser adquirida no edifício Mogamma na Praça Tahrir no Cairo ou outros escritórios governamentais em outras cidades. Há um período de carência de duas semanas após a expiração do seu visto, durante o qual você pode adquirir uma extensão sem estar sujeito a uma multa.
Posso combinar minha visita ao Egito com outro país?
Turistas que visitam o Egito, por vezes, visitam outros países do Oriente Médio ou Norte da África na mesma viagem. A Memphis Tours oferece serviços de turismo na Jordânia, Marrocos, Turquia, Grécia, Índia e Dubai, que você pode pesquisar em nosso site.
Existem voos diretos do Brasil para o Egito?
Não, infelizmente não há voos diretos. Os viajantes geralmente pegam voos que fazem escala na Europa (geralmente Itália, Espanha ou Turquia) ou no norte da África (geralmente Marrocos), e também há opção de fazer escala em Dubai.
Em qual terminal chegarei no Egito?
O seu terminal de chegada depende da companhia aérea que você está usando. As companhias aéreas da Europa Ocidental e da América usam principalmente o terminal número 3, que também é chamado de Novo Terminal no Egito. Por outro lado, as companhias aéreas árabes, africanas, do leste europeu ou EgyptAir geralmente aterram no terminal número 1.
Posso levar cigarros e bebidas alcoólicas comigo quando estiver visitando o Egito?
É sempre recomendado que os viajantes comprem seu suprimento de álcool e cigarros no momento da chegada. Há lojas duty free nos aeroportos do Cairo, Luxor, Hurghada, El Gouna e Sharm El Sheikh. Os turistas podem comprar até 3 litros de álcool e até 200 cigarros na chegada. Caso contrário pode comprar em outros locais no Cairo e alguns hotéis. Se o viajante está trazendo subsídio para cigarros ou álcool de outro país, o limite é 1 litro de álcool e 200 cigarros
Os egípcios falam outros idiomas além do árabe?
Inglês é estudado na escola em todo o Egito. É por isso que a maioria dos egípcios, que moram nas cidades, fala ou entende pelo menos algumas palavras ou frases em inglês. Há egípcios que falam francês, italiano, espanhol e alemão; no entanto, os profissionais que trabalham no setor de turismo estão acostumados a visitantes que não sabem falar árabe e falam inglês e outros idiomas o suficiente para atender às necessidades da maioria dos viajantes.
Preciso aprender árabe para aproveitar minha visita ao Egito?
Muitos viajantes aproveitam sua estadia no Egito sem aprender uma única palavra em árabe; no entanto, é sempre bom aprender algumas palavras em árabe para expressar saudações ou agradecimentos. Se você está planejando visitar alguns lugares que não sejam destinos turísticos populares, é aconselhável aprender algumas frases em árabe. Geralmente, os egípcios são amigáveis e estão felizes em ajudar qualquer pessoa, especialmente estrangeiros e turistas, mesmo que haja uma barreira linguística.
Qual o horário de funcionamento dos monumentos no Egito?
A maioria dos monumentos, locais históricos e museus no Egito abrem das 9h às 17h. Locais históricos ao ar livre, como as Pirâmides de Gizé, por exemplo, ficam abertos das 8h até o pôr do sol. Alguns museus têm horário de funcionamento matinal, das 9h às 16h, e horário de funcionamento noturno, das 17h às 21h ou 22h. Durante o Ramadã, o mês sagrado do calendário islâmico, esteja ciente de que os horários podem mudar significativamente.
Qual o horário de funcionamento das lojas no Egito?
A maioria das lojas no Egito abre por volta das 10h e fica aberta até as 22h; no entanto, muitas lojas, cafés e restaurantes, especialmente nas principais cidades como Cairo, Hurghada, Sharm El Sheikh, Luxor e Alexandria ficam abertas muito mais tarde e algumas instalações e lojas estão abertas 24 horas por dia em áreas turísticas como Khan El Khalili e dentro os hotéis. Durante o Ramadã, o mês sagrado do calendário islâmico, o horário de funcionamento pode mudar significativamente com as lojas fechadas durante o dia, ficando abertas à noite.
É permitido aos não-muçulmanos entrar em mesquitas históricas no Egito?
Não-muçulmanos são bem-vindos para visitar mesquitas no Egito, no entanto, é sempre aconselhável pedir permissão antes de entrar em mesquitas nos arredores de Cairo e Alexandria, onde as pessoas estão menos acostumadas com os turistas. Restringe-se a visita às mesquitas onde os parentes do profeta Maomé foram enterrados como a Mesquita de El Hussein e a Mesquita de Sayeda Zeinab e em qualquer mesquita nos horários das 5 orações diárias ou na sexta-feira.
Existe algum código de vestimenta especial a ser seguido ao visitar uma mesquita no Egito?
Não há roupas especiais para serem colocadas ao visitar mesquitas no Egito; entretanto, roupas modestas seriam altamente recomendadas e, em algumas mesquitas, as mulheres seriam solicitadas a cobrir seus cabelos e talvez seus braços e pernas. Homens e mulheres serão convidados a retirar os sapatos antes de entrar em uma mesquita.
Os turistas são autorizados a entrar nos monumentos cristãos no Egito?
No Egito, as igrejas são tratadas da mesma forma que as mesquitas. A maioria das igrejas e mosteiros recebe turistas e estrangeiros, exceto durante a Quaresma. Vestimenta modesta também é aconselhável ao visitar monumentos cristãos no Egito.
Posso tirar fotos durante minha visita ao Egito?
A fotografia é permitida na maioria dos locais históricos e museus no Egito, mas alguns deles tem custos adicionais para levar uma câmera fotográfica. No entanto, em alguns museus, como o Museu Egípcio de Antiguidades e alguns locais históricos, como o Vale dos Reis em Luxor, a fotografia é proibida e os visitantes são convidados a deixar suas câmeras na recepção antes de entrar. Em relação aos locais, os egípcios são bem conhecidos em todo o mundo por sua tolerância e hospitalidade; no entanto, é sempre educado pedir permissão antes de tirar foto de alguém, especialmente mulheres, lojas ou produtos. A fotografia não é permitida em torno das bases do exército, aeroportos, represas, pontes e no metrô. Na maioria dos lugares onde a fotografia é proibida, haverá sinais para notificá-lo.
Qual é o horário de check-in e check-out nos hotéis no Egito?
O mesmo que muitos hotéis em todo o mundo, o horário de check-in na maioria dos hotéis no Egito é em torno do meio-dia, e o check-out entre 11h ou 12h.
Quais os tipos de hotéis que existem no Egito?
As acomodações para os viajantes no Egito podem ser encontradas facilmente - desde o luxo de classe mundial até acomodações simples de albergue. Os hotéis mais bonitos se comparam bem a hotéis de luxo em qualquer lugar, como Movenpick, Hilton, Four Seasons e Sofitel. Numa categoria abaixo deles, você vai encontrar vários hotéis locais. Os hotéis egípcios tem seu próprio sistema de classificação que os classifica livremente em uma escala de 5 estrelas; no entanto, essa escala é diferente dos padrões internacionais usados ​​em outros lugares.
Quais cuidados preciso ter em relação à saúde?
De modo geral, os turistas enfrentam poucos problemas de saúde no Egito, mas ocasionalmente os viajantes experimentam algum distúrbio gástrico resultante da ingestão de água corrente ou de um restaurante local não recomendado por seus guias turísticos ou pela recepcionista do hotel. Alguns viajantes podem sofrer queimaduras solares ou insolação do calor e do sol durante o verão se não forem cuidadosos; no entanto, tomar as devidas precauções e beber água engarrafada pode eliminar qualquer risco para a saúde.
Preciso tomar vacinas para visitar o Egito?
Não há vacinas obrigatórias que devem ser tomadas antes de serem concedidas com o visto do Egito. No entanto, seria recomendável que as pessoas mais velhas e as crianças pequenas tomassem vacinas contra a hepatite C, febre tifóide e uma dose oral de tétano.
Qual é a moeda oficial no Egito? Onde posso trocar meu dinheiro?
moeda oficial do Egito é a libra egípcia, ou "Geneh" em árabe, é comumente abreviada como LE. Uma libra egípcia é 100 piastras, ou "irsh" em árabe. Há notas de 1, 5, 10, 20, 50, 100 e 200 LE e há moedas de 25 piastras, 50 piastras e 1 libra. Às vezes, pode ser difícil encontrar troco, por isso é sempre aconselhável ter em mãos alguns trocados para os táxis e gorjetas. Viajantes brasileiros devem entrar no país com dólar ou euro e podem trocar pela moeda local em bancos e agências de câmbio, que são facilmente encontradas no Aeroporto ou nos centros das principais cidades. Além disso, muitas lojas turísticas, restaurantes e bares realmente aceitam dólares ou euros com base em taxas relativamente próximas das oficiais. Certifique-se de que você sabe a taxa de câmbio atual de dólares ou euros para libras egípcias antes de efetuar pagamento em moeda estrangeira. Mas é recomendável que você faça a troca pela moeda local para facilitar na hora das compras.
Posso usar cartões de crédito no Egito?
Os cartões de crédito internacionais são amplamente utilizados no Egito em hotéis, muitas lojas, restaurantes e cafés. A maioria das lojas em mercados como Khan El Khalili e o mercado turístico de Luxor aceitam cartões de crédito. Os tipos mais comuns de cartões de crédito usados ​​no Egito são Visa, MasterCard e American Express.
Gorjeta é obrigatória? Quanto devo pagar?
Devido aos baixos salários de muitos profissionais no Egito, muitas pessoas dependem de gorjetas, ou baksheesh, como é chamado no Egito, como uma parte importante de sua renda. Portanto, a gorjeta é considerada habitual no Egito. O valor pago depende da situação. Em um restaurante, é bom dar entre 5 à 10% de gorjeta diretamente ao garçom, mesmo quando houver serviço adicionado à conta. O imposto de serviço não vai para o garçom. Por um pequeno favor, como carregar bagagem ou estacionar um carro, algumas libras egípcias seriam apropriadas. Não mais do que cinco. Muitas vezes, no Egito, você encontrará alguém cuidando do banheiro para mantê-lo limpo. Dar-lhes uma libra egípcia é uma quantia apropriada. Dar gorjeta para o seu guia turístico e motorista do veículo é completamente opcional. Sinta-se à vontade para pagar se sua experiência valeu a pena, o valor quem dita é você.
Posso viajar para o Egito durante o Ramadã?
Sim, claro que pode. O turismo não para nesta época, os passeios e atividades acontecem normalmente.
Como funciona a viagem de trem no Egito?
Os trens no Egito geralmente são classificados em duas categorias; os trens que incluem os vagões de luxo e trens locais que param em cada aldeia ou cidade a cada 15 a 20 minutos. Os trens locais estão lotados e não oferecem muito conforto. Os trens de primeira categoria geralmente oferecem carros de primeira e segunda classe. Ambos oferecem boas opções para os viajantes, mas por um custo extra modesto, os carros de primeira classe oferecem assentos maiores e mais confortáveis. Há 15 trens do Cairo para Alexandria todos os dias e cinco do Cairo para Luxor e Aswan, que também param nas principais cidades do Vale do Nilo durante o trajeto. Há também dois trens noturnos durante do Cairo para Luxor e Aswan, que irá fornecer-lhe uma cabine privada, jantar e café da manhã. A demanda por trens no Egito pode ser muito alta. Recomenda-se que você reserve suas passagens com vários dias de antecedência.

Dicas
  • A moeda do Egito é a libra egípcia. 1 USD equivale a 0.056 LE, os cartões de crédito são amplamente utilizados no Egito.
  • A taxa de serviço inclusa na sua conta de restaurante vai diretamente para a empresa, não para o garçom. Se você quiser dar gorjetas ao garçom, dê diretamente à ele.
  • O metrô é uma das melhores maneiras de ir de um lugar para outro no Cairo.
  • Experimente “Fool”, o feijão egípcio e “Koshary”, um tradicional prato de massa egípcia.
  • Não deixe de provar Kebab e Kofta, o prato de carne tradicional do Egito.
Destaques
  • Visite as Pirâmides de Gizé, a Esfinge e o Templo do Vale que pertence ao faraó Quéfren.
  • Conheça o Monastério de Saint Catherine no Sinai.
  • Visite os Templos de Philae e Abu Simbel em Aswan.
  • Faça compras no mercado turístico Khan el Khalili no Cairo.
  • Navegue num Cruzeiro no Nilo de Luxor a Aswan ou vice versa.
  • Faça mergulho nas cidades do Sinai banhadas pelo Mar Vermelho.
  • Descubra a magia dos oásis egípcios como Siwa e Bahariya.
  • Admire as maravilhas da história antiga no Museu Egípcio.
  • Veja o Templo de Luxor, o Templo de Hatshepsut, o Vale dos Reis e o Templo de Karnak em Luxor.
  • Explore o Cairo Islâmico a pé.
Entre Em Contato