• Ligue e fale com um de nossos representantes: +551149336603

Nabateus - Jordânia

Nabateus - Jordânia
Os nabateus foram um antigo povo semítico, ancestrais dos árabes, que habitavam a região norte da Arábia, o sul da Jordânia e Canaã, em especial os diversos povoados situados em torno dos oásis na região fronteiriça entre a Síria e a Arábia, do Eufrates ao mar Vermelho. Constituíam uma rede comercial com alguma administração central; a agricultura era praticada intensivamente em certas áreas limitadas, e nas rotas que as conectavam, apesar de não terem fronteiras definidas nos desertos que as cercavam. O imperador romano Trajano conquistou o Reino Nabateu, anexando-o ao Império Romano, onde a cultura particular dos nabateus, facilmente identificada pela sua refinada e característica pintura em cerâmica, acabou por se dispersar em meio à cultura greco-romana e eventualmente se perdeu.

Pouco se sabe da história inicial dos nabateus. Até ao século VI AC, eram uma das tribos nómadas árabes do noroeste árabe. No século VI AC, ou pouco depois, eles empurraram os edomitas para o sul da Palestina. Ocuparam, então, Edom e Moabe, o que equivalia à área entre o Golfo de Aqabah e o sul da Transjordânia. Ao controlarem as estradas entre o sul da Arábia e os países civilizados do norte e do oeste, incluindo o Egito, ficaram ricos porque as caravanas que transportavam mirra e incenso tinham que pagar-lhes uma portagem, a fim de poderem passar em segurança pelo país. Por volta de 100 AC, os seus reis passam a ser conhecidos, começando com Obedas I (95-87 AC) e terminando com Rabel II (70-106 DC), um período de cerca de 200 anos. Durante este período, os nabateus opuseram-se repetidamente aos judeus; uma dessas guerras teve lugar porque Herodes Antipas, casado com a filha de Aretas IV, a mandou de volta para casa do pai depois de tomar para si Herodias, a mulher do seu irmão Filipe, fato que também conduziu à morte de João Baptista. Quando Rabel II morreu em 106 DC, Trajano invadiu o país e transformou-o na província romana da Petreia Árabe. 

A capital dos nabateus era Petra, uma cidade-fortaleza quase inexpugnável. Situava-se numa depressão rodeada de altas montanhas rochosas por todos os lados, sendo acessível somente através de desfiladeiros estreitos e longos. Mais de mil estruturas, esculpidas nas rochas coloridas, sobreviveram aos tempos, tornando-se numa das maiores atrações turísticas do Oriente Próximo nos tempos modernos. Contudo, no decurso do tempo, vários outros deuses foram acrescentados ao panteão nabateu.
 
Em AD 106, durante o reinado do imperador romano Trajano, o último rei do reino Nabatean Rabbel II Soter morreu. Um século mais tarde, durante o reinado de Alexandre Severo, a emissão local de moedas terminou. Apos esta data não houve mais construção de túmulos suntuosos, aparentemente devido a alguma catástrofe súbita, como uma invasão pelo novo poder do Império Sassânida. A cidade de Palmira, por um tempo a capital do rebelde Império de Palmira, cresceu em importância e atraiu o comércio árabe longe de Petra.

Um povo árabe que desempenhou um papel importante na história da Palestina, embora não tenha seu nome mencionado na Bíblia. Paulo, contudo, passou algum tempo entre os nabateus, de acordo com Gl 1:17 ( Nem tornei a Jerusalém, a ter com os que já antes de mim eram apóstolos, mas parti para a Arábia, e voltei outra vez a Damasco). A Arábia mencionada neste texto não era a península arábica em si e sim o território da Nabateia que, nesse tempo, era referida como Arábia. Paulo menciona também o fato de ter escapado, por pouco, à prisão em Damasco, ordenada pelo governador do rei Aretas IV (2Co 11:32 Em Damasco, o que governava sob o rei Aretas pôs guardas às portas da cidade dos damascenos, para me prenderem.), o rei nabateu a quem o Imperador Calígula dera Damasco em 37 DC e que os nabateus mantiveram em seu poder até ao início do reinado de Nero (54 DC).


Mitologia
 
Antes conhecidos como os Edomitas, tiveram origem no bíblico Esaú, irmão de Jacó, filho de Isaque e neto do patriarca Abraão. Esaú, quando se zangou com o seu irmão Jacó, partiu e fundou a cidade de Edom. Os nabateus foram um povo rico nos seus costumes e rituais religiosos. A sua mitologia está repleta de deuses e deusas que eram motivo de adoração e inspiração artística.

Dhu Shara era o seu deus principal, um deus sem representação humana muito idêntico ao deus de Israel, Yahweh. Isto faz sentido porque Edom foi o nome que Esaú assumiu depois de ter se zangado com seu irmão (e o seu irmão Jacó foi chamado de Israel). Por este motivo é muito natural que o deus adorado por estes dois povos irmãos sejam o mesmo, apenas com nomes diferentes.

Outros deuses dos Nabateus: al-Qaum, al-At, al-Uzza, al-Kutbay e Manah.
 

    Viagem sob medida

    Ligue: +551149336603
    Por que nós
    • Eperiência em viagens desde 1955

      Somos um dos pioneiros no Egito e nossa satisfação é promover as melhores férias da sua vida.

    • Serviço personalizado

      Monte a viagem dos seus sonhos com a melhor qualidade de serviços e de acordo com seu orçamento..

    • Falamos a sua língua

      Um site multilingue que oferece seu conteúdo em 8 línguas diferentes: inglês, espanhol, francês, português, italiano, alemão, japonês e chinês.

    • Flexibilidade

      Somos flexíveis para realizar alterações no roteiro de sua viagem por motivos de força maior ou outros motivos específicos.

    • Sua segurança

      Um guia turístico profissional sempre à sua disposição em todos os lugares.

    • Serviço de alta qualidade

      Priorizamos a qualidade em todos os serviços por nós prestados.

    • Atendimento ao cliente 24h

      Suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana através do chat, e-mail ou telefone.

    • Turismo sustentável

      Consciência e responsabilidade visando o presente e o futuro e gerando empregos para a população local.

    • Pagamento Online Seguro

      O nosso site é protegido pelo sistema de pagamento online Veri Sign Secure, um dos sistemas mais seguros do mundo.

    • Site seguro

      A Memphis Tours trabalha com o McAfee Secure Site para mantê-lo a salvo de fraudes e spyware e para proteger seu cartão de crédito.

    Reserve, viaje e ganhe com a Memphis Tours
    Memphis Rewards - Visite mais lugares sem exceder seu orçamento
    • Reserve com Memphis Tours
    • Viaje com Memphis Tours
    • Ganhe com Memphis Tours